PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Ibovespa ronda 104 mil pontos com disparada de Petrobras e caminha para alta de 5% na semana

29/07/2022 15h53

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa renovava máximas da sessão, com alta de mais de 1% na tarde desta sexta-feira, embalado pela disparada das ações da Petrobras, que atingiam cotações recordes. Vale também reduziu as perdas e Wall Street mostrava ganhos relevantes, corroborando o tom positivo no pregão brasileiro.

Às 15:41, o Ibovespa subia 1,29%, a 103.922,09 pontos. O volume financeiro somava 19,36 bilhões de reais.

Petrobras ON saltava 7,3%, a 37,25 reais, e Petrobras PN avançava 6,8%, a 34,49 reais, na esteira de resultado forte do segundo trimestre divulgado no final da quinta-feira, além de dividendos expressivos também anunciados na véspera, embora mais cedo.

Vale ON cedia 0,8%, a 70,15 reais, reduzindo as perdas na sessão, que chegaram a quase 3,8% no pior momento. A mineradora informou na noite da véspera que seu resultado operacional medido pelo Ebitda ajustado despencou pela metade com a redução dos preços e vendas de minério de ferro.

Além dos números de Petrobras e Vale, a temporada de balanços também trouxe entre a noite da véspera e a manhã desta sexta-feira os resultados de Hypera Pharma e Usiminas, entre outros. Na próxima semana, a agenda inclui Bradesco e Lojas Renner.

O último pregão de julho também era marcado por tradicionais ajustes de final de mês, com o desempenho acumulado até o momento positivo em 5,5%. Na semana, a alta alcança 5%, que se confirmada será a melhor performance desde janeiro de 2021.

Nos Estados Unidos, o S&P 500 avançava 1,4% e o Nasdaq Composite subia 1,85%, a caminho do melhor desempenho mensal em quase 20 meses, após projeções otimistas de Apple e Amazon, assim como esperanças de um aperto monetário menos agressivo pelo Federal Reserve.

(Por Paula Arend Laier; edição de André Romani)