IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Conclusão sobre dívida da Americanas deve sair em março; dados apontam para mais de R$48 bi, dizem fontes

17/02/2023 16h56

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A conclusão das análises sobre a dívida total da Americanas deve ficar pronta em março e dados preliminares apontam para um passivo que pode superar os 48 bilhões de reais, disseram duas fontes próximas ao processo nesta semana.

"O diagnóstico será divulgado em março, mais para o fim do mês", disse uma das fontes nesta sexta-feira.

A Americanas, que pediu recuperação judicial em janeiro após revelar problemas contábeis de pelo menos 20 bilhões de reais, divulgou na semana passada uma atualização da lista de credores da companhia, na qual elevou o valor de sua dívida de 41,2 bilhões para 42,5 bilhões de reais.

A varejista também revisou o número total de credores, que saiu de cerca de 7.720 para ao redor de 9.460.

"O passivo é maior do que estão achando no momento. É mais do que os 40 bilhões falados. Já foram detectados mais 7 bilhões; o que era 41 passou para 48 bilhões", disse a primeira fonte. "E é possível que aumente um pouco mais", acrescentou.

Procurada, a Americanas não comentou o assunto de imediato.

O rastreamento das dívidas da rede varejista envolve um grupo multidiscipliar que inclui escritórios de advocacia, especialistas na lei de Recuperação Judicial e Falências e até economistas renomados.

Os primeiros resultados dessa investigação devem ser apresentados à Justiça do Rio de Janeiro após o período do Carnaval. "Os trabalhos são considerados adiantados", afirmou a primeira fonte.

O prazo para apresentação do relatório é de 60 dias a partir da aceitação do pedido de recuperação judicial. "Termina dia 23 de março", afirmou uma das fontes.

Na quinta-feira, a Americanas divulgou uma primeira oferta feita a bancos credores, que acabou sendo rejeitada, segundo a empresa. A proposta previa aporte de 7 bilhões de reais por seus acionistas de referência - Jorge Paulo Lemann, Carlos Sicupira e Marcel Telles - além de recompra e conversão de dívida.

A companhia também apresentou na quinta-feira pedido ao administrador da recuperação judicial para ter autorização para pagamento da totalidade de dívidas trabalhistas e com pequenas e médias empresas, no valor de 192,4 milhões de reais.