IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Inflação turca cai para quase 50% com a aproximação de eleições

03/04/2023 08h15

ISTAMBUL (Reuters) - A inflação anual ao consumidor da Turquia caiu para 50,51% em março, mostraram dados oficiais nesta segunda-feira, ligeiramente abaixo da previsão antes das eleições presidenciais e parlamentares de 14 de maio.

A inflação foi alimentada por uma crise cambial no final de 2021 que a levou a um pico de 24 anos acima de 85% em outubro, antes de cair com um efeito de base favorável para 55,2% em fevereiro.

A alta dos preços afetou os ganhos das famílias e prejudicou a popularidade do presidente Tayyip Erdogan, tornando as eleições de maio seu maior desafio político de todos os tempos.

A lira enfraqueceu ligeiramente para 19,2020 em relação ao dólar após os dados, de 19,9600 anteriormente.

Os preços ao consumidor de março subiram 2,29% em relação ao mês anterior, menos do que os 2,85% previstos em pesquisa da Reuters.

Os aumentos dos preços ao consumidor em março foram liderados pelo setor de restaurantes e hotéis, cujos preços subiram 70,7% em relação ao ano anterior, seguido de perto por um aumento de 67,9% em alimentos e bebidas não alcoólicas.

No mês passado, o banco central da Turquia manteve sua taxa de juros depois de reduzi-la para 8,5% para apoiar o crescimento e o emprego após o terremoto que abalou região sul do país.

Erdogan pediu estímulo monetário nos últimos anos, com o objetivo de alcançar a estabilidade de preços reduzindo os custos dos empréstimos, aumentando as exportações e transformando os déficits em conta corrente em superávits.

(Reportagem de Canan Sevgili e Azra Ceylan)