IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

Lula troca conselho de Itaipu Binacional

06/04/2023 10h13

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva nomeou nesta quinta-feira os novos membros do conselho de administração da usina hidrelétrica Itaipu Binacional.

A nova composição do colegiado, com mandato até 16 de maio de 2024, passa a incluir os ministros de Minas e Energia, Alexandre Silveira; da Fazenda, Fernando Haddad; da Casa Civil, Rui Costa; das Relações Exteriores, Mauro Luiz Vieira; e da Gestão e Inovação, Esther Dweck. Também foi nomeado conselheiro Michele Caputo Neto, ex-deputado estadual do Paraná.

Foram exonerados das funções em Itaipu nesta quinta-feira os ex-ministros do governo Bolsonaro em Minas e Energia, Bento Albuquerque e Adolfo Sachsida; o ex-chanceler Carlos Alberto França; o ex-chefe da Secretaria de Governo de Bolsonaro, Célio Faria Júnior; o embaixador Fernando Simas Magalhães; a ex-governadora do Paraná Maria Aparecida Borghetti; e o ex-deputado federal José Carlos Aleluia Costa.

A estatal que administra a maior hidrelétrica do país, erguida em conjunto com o Paraguai, ganha importância ainda mais estratégica a partir deste ano, quando os governos dos dois países devem iniciar formalmente as negociações para revisar o chamado "Anexo C" do Tratado de Itaipu, que estabelece as bases financeiras da tarifa da energia gerada pelo empreendimento.

Pelos termos vigentes, cada país tem direito a 50% da energia de Itaipu. No caso do Brasil, ela é comercializada num sistema de cotas a distribuidoras do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Já o Paraguai cede uma parte de sua energia ao Brasil, a um determinado preço, já que não consome tudo a que tem direito. Essas condições estão sujeitas a revisão a partir deste ano, com o término da dívida.

No mês passado, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o novo tratado com o Paraguai levará em conta a responsabilidade do Brasil como maior país da América do Sul em ajudar seus vizinhos a crescer.

(Por Letícia Fucuchima)