IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Ibovespa opera estável atento a arcabouço fiscal; 3R despenca

17/04/2023 11h51

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa alternava leves ganhos e perdas nesta segunda-feira, acompanhando certa estabilidade em Wall Street, com investidores tendo como foco o esperado encaminhamento do novo arcabouço fiscal do país ao Congresso.

Vale e Petrobras eram influências positivas ao índice, enquanto Eletrobras e Bradesco estavam na ponta oposta.

Às 11:40 (de Brasília), índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa caía 0,24%, a 106.024,33 pontos. O volume financeiro somava 5,7 bilhões de reais.

"Embora as principais diretrizes do novo arcabouço fiscal sejam conhecidas, ainda faltam alguns detalhes importantes, como a forma como o governo medirá o crescimento das receitas, que é um parâmetro fundamental para a expansão das despesas no ano seguinte", escreveu a equipe da XP em relatório.

Agentes financeiros também digeriam dados econômicos locais, em especial o IBC-Br, considerado sinalizador do Produto Interno Bruto (PIB). O indicador teve em janeiro recuo de 0,04% na comparação com o mês anterior, segundo o Banco Central (BC). A leitura de dezembro foi revisada de avanço de 0,47% para alta de 0,29%.

Além disso, a pesquisa Focus, também do BC, apontou expectativa de economistas de mercado de uma Selic a 12,50% no final do ano, de 12,75% na semana passada. As projeções de inflação, no entanto, subiram marginalmente.

Na semana passada, o Ibovespa teve alta de 5,41%, a maior desde dezembro de 2022, impulsionado especialmente por dado de inflação de março abaixo do esperado, o que impulsionou expectativas de um cenário mais favorável à queda de juros.

Em Wall Street, os principais índices acionários iniciavam a semana próximos à estabilidade, com a temporada de balanços e política monetária do Federal Reserve em voga.

DESTAQUES

- 3R PETROLEUM ON caía 11,71%, a 29,02 reais, após anunciar no domingo um aumento de capital por subscrição privada de entre 600 milhões e 900 milhões de reais. As ações serão emitidas a 24,45 reais cada, contra fechamento de 32,87 na sexta-feira. A operação visa elevar a posição de caixa, otimizar a estrutura de capital e reduzir alavancagem, bem como fazer frente às despesas e aos investimentos em bens de capital, disse a 3R. Analistas do Goldman Sachs disseram ver o anúncio como uma "surpresa", pois na visão deles, a empresa já havia garantido financiamento para custos de aquisição deste ano.

-GOL ON mostrava queda de 0,85%, a 6,96 reais. Mais cedo a companhia divulgou projeções sobre desempenho do primeiro trimestre, a ser publicado em 27 de abril. A companhia previu lucro por ação de cerca de 0,60 real para o período, abaixo dos 6,58 reais obtidos um ano antes.

- VALE ON subia 0,36%, a 79,09 reais, enquanto o minério de ferro encerrou as negociações diurnas em Dalian, China, com queda de 0,1%, uma vez que traders estavam na expectativa por dados econômicos do país a serem divulgados nesta semana.

- EZTEC ON avançava 1%, a 15,13 reais, após divulgar prévia operacional do primeiro trimestre na noite de sexta-feira.

- ELETROBRAS ON tinha queda de 4,18%, a 33,49 reais, estendendo a queda no ano para cerca de 20,3%.

- PETROBRAS PN ganhava 0,84%, a 26,52 reais, mesmo com petróleo em leve queda. No noticiário, a empresa anunciou redução de 8,1% no preço do gás natural a partir de 1° de maio. Além disso, a reguladora ANP aprovou uma minuta de acordo com a Petrobras que prevê o recolhimento de 780 milhões de reais a título de participações governamentais referentes ao campo de Jubarte, na Bacia de Campos.

- SANTANDER BRASIL UNIT recuava 2,34%, a 27,14 reais, em sessão negativa para os bancos. ITAÚ UNIBANCO PN caía 0,69%, a 25,83 reais.