IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Energy China International deve investir US$10 bi no Brasil, diz governo

28/04/2023 11h46

SÃO PAULO (Reuters) - A estatal Energy China International se comprometeu a investir 10 bilhões de dólares no Brasil, informou o Ministério de Minas e Energia nesta sexta-feira em comunicado, após encontro do ministro Alexandre Silveira com o presidente da elétrica chinesa.

Os aportes devem ser feitos nos próximos anos e direcionados às áreas de geração de energia renovável e produção de hidrogênio verde, disse o governo.

Não ficou claro o cronograma exato desses investimentos e se eles ocorreriam por meio de projetos "greenfield", construídos do zero, ou de aquisições, uma estratégia de negócios comum entre as empresas chinesas que já atuam no país.

Silveira afirmou que tem se reunido com grandes investidores internacionais em energia renovável e demonstrado o foco do governo Lula na transição energética.

"Estamos trabalhando para fortalecer a estabilidade regulatória e a segurança jurídica, criando um ambiente favorável aos investimentos. Estamos muito otimistas quanto às oportunidades do país na geração de energia limpa", destacou o ministro, em comunicado.

A China é um importante investidor no setor elétrico do Brasil, com grandes grupos atuando em toda a cadeia.

Entre os principais grupos chineses já instalados no país, a State Grid tem forte atuação em transmissão de energia e também controla a CPFL, que possui portfólio importante em distribuição.

No segmento de geração, a SPIC fechou recentemente importantes acordos para ampliar seus investimentos em geração renovável e hidrogênio verde, enquanto a CTG Brasil busca uma abertura de capital na B3.

Não foi possível falar imediatamente com um representante da companhia chinesa.

(Por Letícia Fucuchima)