IPCA
0,83 Mai.2024
Topo

Petrobras aprova dividendos de R$24,7 bi e propõe mudança para permitir recompras

11/05/2023 16h18

Por Marta Nogueira e Carolina Pulice

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Conselho de Administração da Petrobras aprovou dividendos de 1,893577 real por ação ordinária e preferencial em circulação, como antecipação relativa ao exercício de 2023, informou a petroleira nesta quinta-feira em fato relevante.

O valor, que totaliza 24,7 bilhões de reais, conforme cálculos da Reuters, foi aprovado antes da divulgação do resultado do primeiro trimestre, que será feita mais tarde nesta quinta-feira.

O conselho determinou ainda que a diretoria executiva elabore proposta de adequação do planejamento estratégico em andamento e aprimoramento da política de remuneração dos acionistas da Petrobras, incluindo a possibilidade de recompra de ações, e submeta essas matérias à deliberação do colegiado até o final do julho de 2023.

"A remuneração aos acionistas aprovada está em linha com a atual Política de Remuneração aos Acionistas, que prevê que, no caso de dívida bruta inferior a 65 bilhões de dólares, a Petrobras poderá distribuir aos seus acionistas 60% da diferença entre o fluxo de caixa operacional e as aquisições de ativos fixos e intangíveis (investimentos)", disse a companhia.

A Petrobras pontuou ainda que a aprovação da proposta de remuneração ao acionista é compatível com a sustentabilidade financeira da empresa.