Tesla e Netflix derrubam S&P 500 e Nasdaq

Por Bansari Mayur Kamdar e Johann M Cherian

(Reuters) - O S&P 500 e o Nasdaq caíam nesta quinta-feira, com as indicações do CEO da Tesla de mais cortes de preços aprofundando as preocupações dos investidores, enquanto a Netflix recuava depois de sua receita trimestral ter ficado abaixo das expectativas.

O CEO da Tesla, Elon Musk, sinalizou na quarta-feira que cortará novamente os preços dos veículos elétricos para aumentar a demanda em "tempos turbulentos", mesmo com sua guerra de preços apertando as margens da empresa.

As ações da fabricante de carros elétricos caíam 4,6% após os comentários de Musk, mesmo com a Tesla superando as estimativas de lucro trimestral.

A Netflix tinha queda de 7,6%, a caminho de sua pior perda percentual em sete meses, depois que a previsão de receita trimestral da empresa de streaming ficou aquém das estimativas, enquanto analistas disseram que seus novos empreendimentos lucrativos levarão tempo para dar retorno.

“As ações da Netflix têm sido historicamente impulsionadas pela narrativa e pelo sentimento, e não pelos fundamentos, mas para aqueles que prestam atenção aos fundamentos, uma coisa é clara: a Netflix está altamente supervalorizada e é um investimento muito arriscado”, disse David Trainer, presidente-executivo da New Constructs.

Cinco dos 11 principais setores do S&P 500 caíam, liderados por perdas de 1,3% em ações de consumo discricionário.

Às 11:25 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,43%, a 35.211,39 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,25%, a 4.554,30 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 0,87%, a 14.233,28 pontos.

(Reportagem de Bansari Mayur Kamdar e Johann M Cherian em Bengaluru)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes