Gopinath, do FMI, diz que são necessários mecanismos mais rápidos de reestruturação de dívidas

CIDADE DO CABO (Reuters) - A primeira vice-diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Gita Gopinath, disse nesta sexta-feira, em uma conferência na Cidade do Cabo, na África do Sul, que é necessário haver mecanismos mais rápidos de reestruturação de dívidas.

Gopinath disse na conferência organizada pelo banco central sul-africano que estava mais esperançosa quanto à reestruturação de dívidas após a Zâmbia ter chegado a um acordo com seus credores oficiais, mas que muito mais precisava ser feito.

A autoridade do FMI também afirmou concordar plenamente que a arquitetura financeira mundial precisa mudar e que o abrandamento do crescimento econômico da China tem implicações nas receitas de exportação da África do Sul. A China é o maior parceiro comercial do país africano.

(Por Wendell Roelf e Kopano Gumbi)

Deixe seu comentário

Só para assinantes