Oi acerta novo acordo de financiamento com BTG

SÃO PAULO (Reuters) - A Oi anunciou na madrugada desta terça-feira que acertou um novo financiamento com o banco BTG Pactual, credor da companhia, no valor de 300 milhões de dólares, com termos que são "mais benéficos" ao grupo de telecomunicações que está em sua segunda recuperação judicial consecutiva.

A empresa afirmou que os termos do empréstimo incluem vencimento em dezembro de 2024 e custos (incluindo juros e taxas) de 13% ao ano, "sendo 6% PIK e 7% cash, o que, incluindo fees e taxas, representa, no vencimento, um custo 'all in' de 20% ao ano, em dólares norte-americanos ou o equivalente em real".

A garantia do empréstimo são 95% das ações da operadora de rede neutra V.tal, o principal ativo restante da Oi.

Os recursos do empréstimo serão usados em pré-pagamento da integralidade da dívida relativa ao um acordo anterior de empréstimo no valor de 200 milhões de dólares "e o saldo remanescente para satisfação da necessidade de capital de giro do Grupo Oi e investimentos para manutenção de suas atividades".

A operação depende de aprovação do juízo da recuperação judicial da Oi, que, entre outras condições, precisa aceitar que a garantia proposta no acordo vai substituir a alienação fiduciária das ações da V.tal da emissão de dívida anterior.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Deixe seu comentário

Só para assinantes