Após superar R$5,20, dólar perde força e passa a cair ante o real

Por Fabricio de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - Após superar os 5,20 reais pela manhã, numa forte reação aos dados positivos do mercado de trabalho norte-americano, o dólar perdeu força no Brasil e, durante a tarde, passou a oscilar no território negativo.

Operador ouvido pela Reuters pontuou que, depois do avanço das cotações, parte dos investidores decidiu vender moeda e realizar os lucros do dia.

Às 14:34 (de Brasília), o dólar à vista recuava 0,24%, a 5,1568 reais na venda.

A criação de vagas de emprego nos Estados Unidos aumentou em setembro e superou com força as expectativas, sugerindo que o mercado de trabalho continua forte o suficiente para que o Federal Reserve aumente a taxa de juros este ano.

A economia dos EUA abriu 336 mil vagas de trabalho fora do setor agrícola no mês passado, informou o Departamento do Trabalho em seu relatório de emprego nesta sexta-feira, também conhecido como "payroll". Economistas consultados pela Reuters previam abertura de 170 mil vagas de trabalho em setembro. As estimativas variavam de 90 mil a 256 mil.

No exterior, o dólar também cedia ante moedas fortes e a maioria das divisas de emergentes e exportadores de commodities nesta tarde.

Às 14:34 (de Brasília), o índice do dólar --que mede o desempenho da moeda norte-americana frente a uma cesta de seis divisas-- caía 0,26%, a 106,080.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora