Fundo da XP para direitos comerciais do Brasileirão obtém liminar para retomar captação

SÃO PAULO (Reuters) - A Justiça do Rio de Janeiro autorizou nesta sexta-feira a retomada da captação por um fundo da XP que mira investir na compra dos direitos comerciais do Campeonato Brasileiro dos clubes que pertencem ao bloco formado por Liga Forte de Futebol (LFF) e Grupo União.

O fundo Sports Media Futebol Brasileiro Advisory, anunciado em agosto pela XP Asset em parceria com a Life Capital Partners, teve captação suspensa nesta semana por ordem da Justiça fluminense, que acatou uma liminar da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

A entidade disse, em ação civil pública, que foram usados no material publicitário do fundo imagens de clubes que não integram a LFF, mas o grupo Libra.

Nesta sexta-feira, porém, a desembargadora Maria Teresa Pontes Gazineu concedeu nova liminar, suspendendo os efeitos da decisão anterior.

A desembargadora condicionou a manutenção da decisão à comprovação, pelo fundo, no prazo de 15 dias, do envio de um comunicado ao mercado sobre o conteúdo da ação em tempo hábil para que os investidores possam exercer o direito de desistência.

O fundo tinha planos de captar 800 milhões de reais.

O bloco comercial LFF e Grupo União é atualmente composto por 23 clubes, entre eles Internacional, Athletico-PR, Botafogo, Coritiba, Cruzeiro, Vasco, Fluminense e Fortaleza.

(Por André Romani)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes