China realiza maiores compras de soja dos EUA em meses, dizem traders

CHICAGO (Reuters) - A China registrou nesta terça-feira suas maiores compras de soja dos Estados Unidos em um único dia em pelo menos três meses, disseram traders, oferecendo um vislumbre de esperança à exportação agrícola norte-americana mais valiosa, após as vendas externas da safra de 2023 ficarem bem abaixo do ritmo normal.

Importadores chineses compraram cerca de 10 carregamentos de soja, o equivalente a cerca de 600 mil toneladas, para embarque nos terminais de exportação da Costa do Golfo e do Noroeste do Pacífico entre dezembro e março, disseram fontes.

As vendas seriam um alívio para os agricultores dos EUA, que têm visto o Brasil dominar o mercado global de exportações de soja e milho por mais tempo do que o normal este ano.

Se confirmadas, as compras desta terça-feira seriam as maiores aquisições de soja em um único dia pelo maior importador da commodity do mundo desde o fim de julho, de acordo com dados de vendas diárias do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA).

Estes foram os mais recentes de uma série de acordos de importação de soja desde o fim da semana passada pela Sinograin, importadora estatal da China, segundo três traders de exportação com conhecimento dos acordos. As compras totais ao longo desse período foram estimadas em 20 a 25 carregamentos, disseram duas fontes.

Os preços mais altos dos EUA devido a interrupções no transporte marítimo e à forte concorrência no mercado de exportação do Brasil, que colheu uma safra recorde de soja este ano, têm prejudicado as vendas dos EUA na temporada até agora.

As vendas confirmadas para a China até o final de outubro estavam 35% menores em relação ao ano anterior, e as vendas para todos os destinos caíram 28%. O USDA atualmente projeta queda de 12% nas exportações em relação ao ano anterior.

Mas os preços dos EUA se tornaram mais competitivos para os embarques de dezembro a março, quando a próxima colheita do Brasil estará disponível.

O USDA confirmou vendas privadas totais de 236 mil toneladas de soja dos EUA nos últimos dois dias, por meio do sistema de relatórios diários da agência. Os traders esperam "vendas relâmpago" adicionais após as negociações desta terça-feira.

Continua após a publicidade

(Reportagem de Karl Plume em Chicago)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes