Copel vê base de remuneração da distribuidora chegar a R$14,3 bi em 2024

SÃO PAULO (Reuters) - A Copel estima que a base de remuneração regulatória de sua distribuidora de energia chegará a 14,3 bilhões de reais em 2024, com novos investimentos que serão realizados até a próxima revisão tarifária, segundo apresentação a investidores e analistas divulgada nesta quarta-feira.

A companhia também previu uma otimização de despesas com pessoal, material, serviços e outros (PMSO) de 460 milhões a 480 milhões de reais em 2024-26.

Na área de transmissão de energia, a Copel disse ver um potencial de 1,5 bilhão de reais em novas autorizações para reforços e melhorias em seus ativos nos próximos dez anos.