Warren Buffett, 93 anos, doa mais ações da Berkshire para fundações da família

Por Jonathan Stempel

(Reuters) - Warren Buffett doou cerca de 866 milhões de dólares em ações da Berkshire Hathaway para quatro instituições de caridade comandadas pela própria família, e disse aos acionistas que "me sinto bem", à medida que se aproxima do fim de sua histórica carreira de investidor.

A Berkshire informou em comunicado ao mercado que Buffett doou 1,5 milhão de ações Classe B da companhia para a Susan Thompson Buffett Foundation, nomeada em homenagem à sua falecida primeira esposa. A organização trabalha com saúde reprodutiva.

Buffett doou outras 900 mil ações Classe B, divididas igualmente entre instituições de caridade administradas por seus filhos, Howard, Susan e Peter: a Howard G. Buffett Foundation, a Sherwood Foundation e a NoVo Foundation.

As doações complementam os 759 milhões de dólares em ações da Berkshire que Buffett doou às instituições de caridade nessa mesma época no ano passado, também pouco antes do feriado do Dia de Ação de Graças nos EUA.

Buffett também publicou uma rara carta aos acionistas, prometendo novamente que mais de 99% de sua riqueza será destinada à caridade, com seus filhos atuando como executores de seu testamento. Ele disse que a Berkshire foi "construída para durar" e permanecerá em boas mãos.

Embora Buffett tenha reduzido suas responsabilidades fora da Berkshire ao longo dos anos, ele nunca sinalizou publicamente o desejo de deixar o cargo, inclusive após o diagnóstico de câncer de próstata em 2012. Buffett dirige a Berkshire, sediada em Omaha, Nebraska, desde 1965.

"Aos 93 anos, sinto-me bem, mas tenho plena consciência de que estou jogando em turnos extras", disse Buffett na carta.

Ao longo dos anos, Buffett sempre se referiu ao seu sucesso em manter-se saudável, apesar de ter os hábitos alimentares de uma criança de 6 anos, incluindo o gosto por fast food e refrigerantes.

Continua após a publicidade

Greg Abel, 61 anos, um vice-presidente da Berkshire, está programado para suceder Buffett como presidente-executivo da companhia, enquanto Howard Buffett se tornará presidente não executivo.

"Temos o presidente-executivo certo para me suceder e o conselho de administração certo", escreveu Buffett.

O megainvestidor é a quinta pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna de 120,5 bilhões de dólares, de acordo com a revista Forbes.

Desde 2006, Buffett doou mais da metade de suas ações da Berkshire para instituições de caridade da família e para a Bill & Melinda Gates Foundation. As doações totalizaram cerca de 52 bilhões de dólares na época em que foram feitas, sendo que a Fundação Gates recebeu mais de 39 bilhões.

A Howard G. Buffett Foundation afirma ser dedicada a aliviar a fome, mitigar conflitos, combater o tráfico humano e melhorar a segurança pública. A Sherwood Foundation diz que apoia organizações sem fins lucrativos em Nebraska, e a NoVo Foundation afirma ter iniciativas voltadas para meninas e mulheres.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes