Engie Brasil avalia leilão de transmissão de 2024 e pode disputar sozinha, diz CEO

SÃO PAULO (Reuters) - A Engie Brasil Energia está estudando lotes do leilão de transmissão de energia de 2024 e prevê "nível de competitividade razoável", disse nesta sexta-feira o CEO da companhia, Eduardo Sattamini.

Em evento com analistas e investidores, o executivo afirmou ainda que a elétrica tem espaço no balanço para entrar sozinha nas disputas pelos lotes, sem a necessidade de buscar parcerias.

Com relação ao setor de geração renovável, Sattamini disse que a sobreoferta de energia no mercado ainda tem dificultado o desenvolvimento de novos projetos "greenfields" (construídos do zero), mas ponderou que a situação também abre oportunidades de crescimento via aquisição de ativos.