Milei diz que fechamento de BC argentino "não é assunto negociável"

BUENOS AIRES (Reuters) - O presidente eleito da Argentina, o ultraliberal Javier Milei, disse nesta sexta-feira que o fechamento do banco central do país "não é um assunto negociável", de acordo com comunicado à imprensa publicado na rede social X, anteriormente conhecida como Twitter.

"Diante dos falsos rumores difundidos, queremos esclarecer que o fechamento do Banco Central da República Argentina (BCRA) não é um assunto negociável", afirma o comunicado do gabinete do presidente eleito, que também propôs dolarizar a economia e privatizar empresas estatais.

(Reporte de Nicolás Misculin)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes