Ibovespa ganha fôlego após Powell e ultrapassa 128 mil pontos

Por Paula Arend Laier

(Reuters) - O Ibovespa abandonou o sinal negativo e firmava-se em alta nesta sexta-feira, ultrapassando os 128 mil pontos pela primeira vez desde meados de 2021, conforme os rendimentos dos títulos do Tesouro norte-americano acentuaram a queda, em meio a comentários do chair do Federal Reserve, Jerome Powell.

Em discurso preparado para evento da faculdade Spelman, ele disse que os riscos de o Fed ir longe demais com os aumentos da taxa de juros e desacelerar a economia norte-americana mais do que o necessário tornaram-se "mais equilibrados" em relação àqueles de não agir o suficiente para controlar a inflação.

"Tendo chegado tão longe tão rapidamente, o (Comitê Federal de Mercado Aberto) está avançando com cuidado, à medida que os riscos de apertar pouco ou muito estão se tornando mais equilibrados", afirmou Powell.

Às 14:53, o Ibovespa subia 0,55%, a 128.027,37 pontos. Na máxima, chegou a 128.032,65 pontos. Na mínima, mais cedo, tocou 126.655,67 pontos. O volume financeiro somava 15,7 bilhões de reais.

Dados econômicos recentes dos Estados Unidos e discursos de algumas autoridades do Fed têm endossado expectativas de que o banco central norte-americano, com alguns agentes já prevendo cortes nos juros em 2024, quiçá no primeiro semestre.

No mercado de dívida, o rendimento do Treasury de 10 anos marcava 4,2434%, de 4,35% na vespéra, ainda mais distante do pico do ano, de outubro, quanto bateu 5% na máxima do dia 23. Em Wall Street, o índice de ações S&P 500 avançava 0,67%.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes