Opep+ deve realizar reunião de monitoramento no início de fevereiro

LONDRES/DUBAI (Reuters) - A Opep+ planeja realizar uma reunião de seu Comitê Conjunto de Monitoramento Ministerial (JMMC) no início de fevereiro, embora uma data exata não tenha sido decidida, disseram três fontes do grupo.

A Opep+, que inclui a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados liderados pela Rússia, normalmente realiza tais reuniões a cada dois meses para monitorizar a implementação dos seus acordos de produção.

O comitê reúne os principais países da aliança, incluindo Arábia Saudita, Rússia e Emirados Árabes Unidos.

Na sua última reunião ministerial completa, em 30 de novembro, a Opep+ concordou com cortes voluntários na produção, totalizando cerca de 2,2 milhões de barris por dia (bpd) durante o trimestre atual.

A reunião do JMMC deverá avaliar a implementação do acordo em janeiro, disse uma das fontes.

No mês passado, Angola, membro da Opep, deixou o grupo porque estava insatisfeito com a quota de produção que lhe foi atribuída.

(Reportagem de Ahmad Ghaddar e Alex Lawler em Londres, Maha El Dahan em Dubai)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes