Ações da China encerram 1ª Semana de 2024 em baixa em meio a sentimento fraco

XANGAI (Reuters) - As ações chinesas caíram na primeira semana de 2024, com os OPERADORES avaliando as preocupações com a recuperação lenta do país após a pandemia da Covid-19 e sinais de pressão deflacionária.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com queda de 0,54%, enquanto o índice de Xangai caiu 0,85%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, teve baixa de 0,66%.

Na semana, o CSI 300 e o Hang Seng perderam 3%, com o CSI 300 registrando sua pior semana desde 20 de outubro.

Os mercados acionários asiáticos em geral caíram, mantendo as ações globais no caminho de interromper uma sequência de nove semanas de ganhos.

"O quadro macroeconômico da China permaneceu praticamente inalterado durante o mês passado: ritmo lento de crescimento econômico no curto prazo com medidas de afrouxamento concretas limitadas", disse o Goldman Sachs em uma nota.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,27%, a 33.377 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,66%, a 16.535 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,85%, a 2.929 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,54%, a 3.329 pontos.

Continua após a publicidade

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,35%, a 2.578 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,17%, a 17.519 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,32%, a 3.184 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,07%, a 7.489 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes