IGP-DI sobe em dezembro, mas fecha 2023 em queda de 3,30%

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) acelerou a alta em dezembro, mas fechou o ano de 2023 em queda de 3,30%, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta sexta - feira.

O IGP-DI subiu 0,64% no mês, contra 0,50% em novembro, marcando o resultado mais elevado desde maio de 2022 com pressão tanto do atacado quando dos preços ao consumidor.

Por outro lado, a queda acumulada no período de janeiro a dezembro do ano passado foi a mais intensa para um ano cheio de toda a série histórica, mostraram os dados.

No mês, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-DI), que responde por 60% do indicador geral, subiu 0,79%, contra 0,63% em novembro, mas fechou o ano com deflação de 5,92%.

"Entre as commodities alimentícias, as maiores influências para essa diminuição foram observadas na soja, com decréscimo de 21,68%, no milho, que caiu 27,54%, e nos bovinos, com queda de 13,58%", disse André Braz, coordenador dos índices de preços.

Ainda na comparação mensal, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que responde por 30% do IGP-DI, subiu 0,29% em dezembro, de 0,27% antes, acumulando em 12 meses avanço de 3,55%.

"No que tange ao índice de preços ao consumidor ... os itens que mais se destacaram foram a gasolina, com elevação de 11,54%, os planos de saúde, que subiram 10,16%, e o licenciamento de veículos (IPVA), com alta de 13,19%", explicou Braz.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), por sua vez, avançou 0,31% em dezembro, ante 0,07% no mês anterior, acumulando no ano alta de 3,49%.

Continua após a publicidade

O IGP-DI calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil entre o 1º e o último dia do mês de referência.

Na semana passada, dados mostraram que o IPCA-15 subiu 4,72% no acumulado de 2023. O número está abaixo do teto da meta de inflação do BC de 4,75%, e o dado cheio do IPCA para o ano --a referência para o objetivo oficial-- será publicado na próxima semana.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes