Minério de ferro se recupera com esperanças renovadas de estímulo na China

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros do minério de ferro recuperaram as perdas nesta quinta-feira depois de caírem por cinco sessões consecutivas, ajudados pelo mais recente apoio ao mercado imobiliário chinês e pelas esperanças renovadas de flexibilização monetária no país asiático, que é o principal consumidor do minério.

O minério de ferro de referência para fevereiro na Bolsa de Cingapura subiu quase 1%, para 134,1 dólares a tonelada, apagando as perdas anteriores. No início da sessão, o contrato atingiu uma baixa de quase quatro semanas, de 131,5 dólares.

O contrato de maio do minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China encerrou as negociações diurnas estável em 976,5 iuanes (136,42 dólares) a tonelada, depois de atingir uma mínima de três semanas em 952,5 iuanes no início da sessão.

O banco central da China aprovou um empréstimo de 100 bilhões de iuanes, permitindo que as empresas em suas oito cidades-piloto usem os empréstimos para comprar propriedades residenciais comerciais que serão usadas para aluguel de longo prazo, informou o Economic Observer na quinta-feira.

Os preços do minério de ferro caíram no início da sessão devido à falta de ânimo no reabastecimento das siderúrgicas antes do feriado.

"O sentimento azedou depois que a produção de metais quentes até agora em janeiro não se recuperou como esperado", disse um trader baseado na China, que pediu anonimato pois não estava autorizado a falar com a imprensa.

(Reportagem de Amy Lv e Andrew Hayley)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes