Italiana Saipem é impedida de obter contratos públicos no Brasil por 2 anos

MILÃO (Reuters) - A Controladoria-Geral da União (CGU) suspendeu a Saipem, da Itália, e sua subsidiária Saipem do Brasil de contratar com a administração pública do país por dois anos, informou o grupo de engenharia e construção nesta sexta-feira.

A decisão decorre da sentença final no processo administrativo iniciado contra as empresas em relação a supostas irregularidades na concessão de um contrato de gasoduto em 2011.

A sanção não tem impacto sobre os projetos em andamento no Brasil, disse a Saipem, acrescentando que iria recorrer da decisão.

Em novembro, a empresa italiana disse que havia ganhado dois contratos offshore no Brasil e na Guiana no valor total de cerca de 1,9 bilhão de dólares.

(Reportagem de Francesca Landini)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes