Wells Fargo tem alta no lucro do 4º tri, alerta para receita de juros menor em 2024

Por Noor Zainab Hussain e Manya Saini e Carolina Mandl

(Reuters) - O lucro do quarto trimestre do banco norte-americano Wells Fargo cresceu impulsionado por cortes de custos, mas a instituição alertou que a receita líquida de juros em 2024 pode ser de 7% a 9% menor do que a obtida em 2023 o que fazia suas ações recuarem.

"Nosso desempenho comercial continua sensível às taxas de juros e à saúde da economia dos EUA, mas estamos confiantes de que as medidas que estamos tomando gerarão retornos mais sólidos ao longo do ciclo", disse o presidente-executivo, Charlie Scharf, em comunicado.

A receita do Wells Fargo no quarto trimestre aumentou 2%, chegando a 20,5 bilhões de dólares.

O lucro líquido subiu para 3,45 bilhões de dólares, ou 0,86 dólar por ação, nos três meses encerrados em 31 de dezembro. Isso se compara a 3,16 bilhões, ou 0,75 dólar por papel, um ano antes. As despesas não relacionadas a juros caíram 2,5% no trimestre.

O Wells Fargo faz parte de um grupo de gigantes do setor bancário que tem obrigação de reabastecer um fundo de seguro do governo norte-americano que foi drenado em 16 bilhões de dólares após o colapso de três bancos regionais dos EUA no ano passado. O grupo inclui ainda JPMorgan e Bank of America. O Wells Fargo pagou 1,9 bilhão de dólares para o órgão regulador.

O Wells Fargo ainda está operando sob um limite de ativos que impede o banco de crescer até que os reguladores norte-americanos considerem que corrigiu problemas decorrentes de um escândalo de contas falsas.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes