Ações da China se recuperam de mínimas em cinco anos em meio a sinais de suporte

XANGAI (Reuters) - As ações da China fecharam em alta nesta quinta-feira depois de atingirem seu nível mais baixo em quase cinco anos, uma vez que alguns fundos negociados em bolsa (ETFs) que acompanham os principais índices registraram picos nas movimentações diárias, sugerindo que os fundos apoiados pelo Estado podem estar dando suporte.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com alta de 1,41% depois de cair na sessão para seu ponto mais fraco desde o início de 2019, enquanto o índice de Xangai subiu 0,43%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, avançou 0,75%.

Vários ETFs de grande capitalização que são as ferramentas de investimento preferidas por esses fundos apoiados pelo Estado, apelidados de investidores da "equipe nacional", tiveram um aumento no volume de negociações nesta quinta-feira, sinalizando o apoio dessas instituições.

"O volume de negócios dos ETFs que acompanham o CSI300 aumentou novamente. Isso pode ser devido a algum esforço da equipe nacional para apoiar o mercado, evitando que ele ultrapasse os níveis-chave do índice", disseram analistas do UBS em uma nota.

O volume diário de negócios do ETF Huatai-PB CSI 300 subiu para 15 bilhões de iuanes (2,1 bilhões de dólares) nesta quinta-feira, o maior desde 2015. Isso também se compara a um volume de negócios diário médio de 4,5 bilhões de iuanes no mês passado.

O ETF E-Fund CSI 300 Index registrou um volume de negócios diário recorde de 5,6 bilhões de iuanes.

O capital estrangeiro registrou uma venda líquida de apenas 741 milhões de iuanes (72,1 milhões de dólares) por meio do link Stock Connect, depois de marcar a maior venda líquida em mais de um ano na quarta-feira.

Nomes relacionados ao consumo lideraram os ganhos, com o China Tourism Group Duty Free Shop e a gigante de bebidas alcoólicas Kweichow Moutai subindo 6,3% e 2,1%, respectivamente.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,03%, a 35.466 pontos.

Continua após a publicidade

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,75%, a 15.391 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,43%, a 2.845 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,41%, a 3.274 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,17%, a 2.440 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,38%, a 17.227 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,08%, a 3.139 pontos.

Continua após a publicidade

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,63%, a 7.346 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes