Ações europeias caem na semana com fim da euforia por corte de juros

Por Shashwat Chauhan e Shristi Achar A

(Reuters) - As ações europeias registraram quedas semanais nesta sexta-feira, com investidores atenuando suas expectativas de que os principais bancos centrais reduzam as taxas de juros este ano, com o foco agora diretamente na próxima reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE).

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou a sexta-feira em queda de 0,26%, a 469,24 pontos, depois de chegar a subir 0,5% durante o dia.

O índice de referência registrou um declínio de 1,6% esta semana, depois que os comentários "hawkish" (agressivos contra a inflação) dos formuladores de política monetária do BCE levaram os investidores a repensar as expectativas de cortes nos juros. [0#ECBWATCH]

"Talvez os mercados tenham se antecipado um pouco em termos de precificação desses cortes nas taxas de juros, de modo que (o que) estamos vendo agora é apenas uma consolidação após uma alta realmente forte", disse Madison Faller, estrategista de investimentos globais do J.P. Morgan Private Bank.

O setor imobiliário, que é sensível aos juros, foi o de pior desempenho esta semana, seguido de perto pelo de recursos básicos. Nesta sexta-feira, o setor de recursos básicos liderou as quedas, com baixa de 1,4%, enquanto o de bens e serviços industriais cedeu 0,9%.

O foco agora se voltará para a próxima reunião de política monetária do BCE, em 25 de janeiro. A expectativa é de que o banco central mantenha a taxa de depósito inalterada, ainda que os comentários das autoridades sobre as perspectivas dos juros sejam examinados.

O J.P. Morgan antecipou suas primeiras expectativas de corte de juros pelo BCE de setembro para junho, mas disse que continua "cauteloso" com relação às tendências de crescimento da inflação e dos salários.

Pelo lado positivo, as ações de tecnologia avançaram pela segunda sessão, com alta de 0,6%. 

Continua após a publicidade

Em LONDRES, o índice Financial Times teve variação positiva de 0,04%, a 7.461,93 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX teve variação negativa de 0,07%, a 16.555,13 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,40%, a 7.371,64 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,22%, a 30.283,61 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,22%, a 9.858,30 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,14%, a 6.313,51 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes