Acionistas do GPA aprovam aumento de capital para até 800 milhões de ações

SÃO PAULO (Reuters) - Acionistas do GPA aprovaram nesta segunda-feira em assembleia geral extraordinária um aumento do limite do capital autorizado da companhia para até 800 milhões de ações, conforme ata da reunião, visando potencial oferta primária de ações.

A primeira AGE do grupo, dono da rede Pão de Açúcar, para discutir o aumento de capital em 11 de janeiro, não alcançou quórum suficiente para votar a pauta.

A empresa anunciou em dezembro que tinha iniciado trabalhos preliminares para um possível "follow-on" no valor estimado de 1 bilhão de reais. Para análise da viabilidade e dos termos da potencial transação, foram engajados os bancos Itaú BBA e BTG Pactual, e BR Partners como assessor financeiro.