Operação em complexo de combustível russo danificado deve ser retomada em semanas, dizem analistas

MOSCOU/NOVA DÉLHI (Reuters) - A empresa russa de energia Novatek provavelmente retomará suas operações em larga escala no complexo de processamento de Ust-Luga e no terminal do Mar Báltico dentro de semanas, após um suposto ataque de drones que interrompeu os fluxos de nafta para a Ásia, disseram analistas nesta segunda-feira.

A redução do fornecimento da Rússia, após o temor de interrupção das exportações europeias de nafta para a Ásia devido aos ataques dos Houthis do Iêmen a navios no Mar Vermelho, está elevando os preços da nafta e as margens de refino na Ásia.

A margem de lucro para a produção de nafta na Ásia aumentou em cerca de 6 dólares, para 91,70 dólares por tonelada em relação ao petróleo Brent na segunda-feira, após quatro sessões consecutivas de perdas.

A Novatek disse no domingo que foi forçada a suspender algumas operações no enorme terminal de exportação de combustível do Mar Báltico e o "processo tecnológico" no complexo devido a um incêndio, iniciado pelo que a imprensa ucraniana disse ser um ataque de drones.

O jornal Kommersant também disse na segunda-feira, citando autoridades locais, que dois tanques de armazenamento e uma estação de bombeamento foram danificados devido ao incidente.

"Acreditamos que a usina provavelmente voltará a ter uma capacidade significativa dentro de semanas ou, na pior das hipóteses, meses", disseram analistas da corretora BCS, com sede em Moscou, em nota.

A Novatek não quis comentar.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse na segunda-feira que as forças armadas da Rússia e outras agências governamentais estavam tomando as medidas necessárias, inclusive no que diz respeito às defesas aéreas, após o suposto ataque de drones ucranianos ao terminal.

O complexo recebe condensado de gás, um tipo de óleo leve, para processar cerca de 7 milhões de toneladas por ano da usina Purovsky da Novaket na Sibéria Ocidental para a produção adicional de produtos petrolíferos, como nafta, combustível de aviação e gasóleo.

Continua após a publicidade

Os analistas também disseram que a Novatek agora será forçada a exportar mais condensado de gás em vez de combustível de alta margem por meio de outros terminais.

(Reportagem de Vladimir Soldatkin em Moscou, Mohi Narayan e Trixie Yap em Nova Délhi)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes