Estoques de petróleo dos EUA caem e de gasolina aumentam em meio a inverno rigoroso, diz AIE

Por Laura Sanicola

(Reuters) - Os estoques de petróleo dos Estados Unidos caíram, enquanto os de gasolina aumentaram na semana passada, depois que o inverno atingiu a produção e as importações de petróleo, o refino e a demanda por combustível, disse a Administração de Informação de Energia (AIE) nesta quarta-feira.

Os estoques de petróleo caíram 9,2 milhões de barris, para 420,7 milhões de barris na semana encerrada em 19 de janeiro, disse a AIE, em comparação com as expectativas dos analistas em uma pesquisa da Reuters para uma queda de 2,1 milhões de barris.

O recuo foi impulsionado por uma queda acentuada nas importações de petróleo dos EUA de 1,2 milhão de barris por dia (bpd), à medida que o tempo fechava nas refinarias e mantinha os motoristas fora das estradas.

As tempestades de inverno também causaram uma queda de 1 milhão de barris por dia na produção de petróleo, para 12,3 milhões de barris por dia, a maior queda desde setembro de 2021, estimou a AIE. Os dados de produção de janeiro serão divulgados em seu relatório mensal no final de março.

A produção de petróleo na Dakota do Norte, o terceiro maior Estado produtor de petróleo, foi reduzida pela metade na semana passada, caindo até 700 mil bpd, devido ao frio extremo e aos desafios operacionais, de acordo com informações oficiais do Estado.

Como o clima frio causou cortes de energia e mau funcionamento das plantas, o refino de petróleo das refinarias caiu em 1,4 milhão de bpd para 15,3 milhões de bpd e as taxas de utilização caíram 7,1 pontos percentuais para 85,5% da capacidade total, suas maiores quedas desde dezembro de 2022 durante a tempestade de inverno Elliot.

Os estoques de gasolina aumentaram em 4,9 milhões de barris, para 253 milhões de barris, o maior nível desde fevereiro de 2021, disse a AIE, em comparação com as previsões para um aumento de 2,3 milhões de barris.

Estoques de derivados, que incluem diesel e óleo para aquecimento, caiu 1,4 milhão de barris na semana, para 133,3 milhões de barris, contra expectativas para um aumento de 300 mil barris, mostraram os dados da AIE.

Continua após a publicidade

Estoques de petróleo em Cushing, Oklahoma, centro de entrega de futuros de petróleo dos EUA, caiu 2 milhões de barris na semana, disse a AIE.

(Reportagem de Laura Sanicola, reportagem adicional de Liz Hampton em Denver)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes