S&P 500 atinge outro recorde com salto de Netflix e fabricantes de chips

Por Noel Randewich e Johann M Cherian

(Reuters) - O índice S&P 500 subiu para seu quarto recorde consecutivo de fechamento nesta quarta-feira, com a Netflix em alta após resultados trimestrais surpreendentes e um forte relatório da ASML alimentarem ganhos de fabricantes de chips.

Aproveitando o otimismo sobre as empresas mais valiosas de Wall Street, a Microsoft atingiu um recorde histórico, elevando seu valor de mercado acima de 3 trilhões de dólares pela primeira vez.

O índice de tecnologia Nasdaq atingiu seu nível mais alto desde janeiro de 2022 e agora está menos de 4% abaixo de seu recorde de fechamento de novembro de 2021.

A Netflix saltou 10,7%, atingindo o maior nível em dois anos, depois que o forte crescimento de assinantes consolidou a confiança dos investidores de que a empresa venceu a guerra do streaming com sua repressão ao compartilhamento de senhas e uma forte lista de conteúdo.

O índice de serviços de comunicação do S&P 500, que inclui a Netflix, subiu 1,2% e também atingiu o maior patamar em dois anos.

Alphabet e Meta, parte do chamado grupo de papéis de forte peso chamado de "Magnificent Seven" que impulsionou grande parte da recuperação de 2023 no S&P 500, avançaram mais de 1% cada.

O S&P 500 teve variação positiva de 0,08%, para 4.868,55 pontos. O Dow Jones caiu 0,26%, para 37.806,39 pontos. O Nasdaq ganhou 0,36%, para 15.481,92 pontos.

O índice de semicondutores Philadelphia SE subiu 1,54%, atingindo um nível recorde, depois que resultados otimistas da fabricante de equipamentos de fabricação de chips ASML Holding apontaram para uma recuperação na demanda global de chips.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes