Dólar tem leve baixa na abertura com mercado à espera de BCE e dados dos EUA

Por Fabricio de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar à vista abriu a quinta-feira em leve baixa ante o real, em sintonia com o recuo da moeda norte-americana ante boa parte das demais divisas no exterior, com os investidores à espera da decisão sobre juros do Banco Central Europeu (BCE) e da divulgação de dados de atividade e emprego nos EUA, ambas pela manhã.

Às 9:45 (de Brasília), o dólar à vista recuava 0,09%, a 4,9278 reais na venda.

Na B3, o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento caía 0,11%, a 4,9315 reais.

O feriado municipal em São Paulo pode reduzir a liquidez nos mercados à vista e futuro, em um dia de agenda esvaziada no Brasil. No entanto, os investidores estarão atentos à decisão do BCE sobre juros, marcada para às 10h15, e na bateria de dados dos EUA, com início a partir das 10h30.

No primeiro caso, a expectativa é de que a instituição mantenha os juros sem alterações, mas passe indicações sobre quando o ciclo de cortes poderá começar. A presidente do BCE, Christine Lagarde, dará entrevista coletiva em seguida.

Já os EUA divulgam às 10h30 a prévia do Produto Interno Bruto (PIB) do quarto trimestre de 2023, além de dados de bens duráveis e de auxílio-desemprego. Às 12h saem números de novas moradias.

A agenda externa pode dar uma direção mais consistente aos rendimentos dos Treasuries, que por enquanto oscilam perto da estabilidade nesta quinta-feira. Como vem ocorrendo desde o ano passado, os títulos norte-americanos têm sido a principal referência para os demais ativos globais, incluindo o dólar.

No Brasil, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, participam de cerimônia para marcar os 90 anos da Universidade de São Paulo (USP), durante feriado na cidade de São Paulo. O evento, no entanto, ocorre à noite, com os mercados já fechados.

Continua após a publicidade

Na véspera, o dólar à vista fechou o dia cotado a 4,9321 reais na venda, em baixa de 0,47%.

O Banco Central fará nesta sessão leilão de até 16.000 contratos de swap cambial tradicional para fins de rolagem do vencimento de 1° de março de 2024.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes