Economia da Alemanha tem contração no 4º trimestre e corre risco de recessão

Por Rachel More

BERLIM (Reuters) - A economia da Alemanha encolheu nos últimos três meses de 2023, informou o departamento de estatísticas nesta terça-feira, com os economistas prevendo que a maior economia da Europa entrará em outra recessão técnica no primeiro trimestre de 2024.

O Produto Interno Bruto contraiu 0,3% no quarto trimestre em comparação com o trimestre anterior, em linha com as expectativas dos analistas, em linha com uma pesquisa da Reuters.

A economia alemã encolheu 0,3% ao longo do ano passado, devido à inflação persistente, aos altos preços da energia e à demanda externa fraca.

Entretanto, como o PIB estagnou no segundo e terceiro trimestres, a maior economia da zona do euro conseguiu evitar outra recessão técnica, comumente definida como dois trimestres sucessivos de contração.

Mas isso não deve durar muito, uma vez que o instituto Ifo projetou nesta terça-feira uma queda de 0,2% no PIB no primeiro trimestre de 2024.

"O consumo privado, com o qual os otimistas estão contando, decepcionou até o fim", disse Joerg Kraemer, economista do Commerzbank.

"A recente queda na produção industrial e o baixo nível do clima de negócios do Ifo indicam que a economia alemã também contraiu no primeiro trimestre", acrescentou.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes