Ações europeias caem com balanços decepcionantes de bancos e fabricantes de medicamentos

Por Shashwat Chauhan e Shristi Achar A

(Reuters) - As ações européias caíram nesta quinta-feira, pressionadas para baixo por balanços pessimistas de bancos de todo o continente, bem como das fabricantes de medicamentos Roche e Sanofi, mas a Volvo Cars e a Ferrari subiram.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,37%, a 483,86 pontos.

Os bancos foram os que mais pesaram sobre o índice, com queda de 2,0%, liderados por uma baixa de 9,2% no BNP Paribas, depois que a instituição financeira francesa relatou um declínio surpreendente no lucro do quarto trimestre e adiou uma meta importante de lucratividade.

A farmacêutica suíça Roche caiu 5,5%, já que o mercado se mostrou decepcionado com a perspectiva mais modesta do que a esperada para 2024, enquanto a Sanofi recuou 4,1% depois de não atingir as estimativas de lucro do quarto trimestre.

Em relação aos dados, a inflação da zona do euro diminuiu conforme o esperado no mês passado, segundo dados, mas as pressões subjacentes sobre os preços caíram menos do que o previsto, provavelmente reforçando o argumento do Banco Central Europeu de que os cortes nos juros não devem ser apressados.

"Os números que obtivemos hoje, embora tenham sido ligeiramente mais altos do que o esperado, ainda estão destacando uma boa tendência de queda", disse Patrick Farrell, diretor de investimentos da Charles Stanley & Co.

"Mas, do ponto de vista do banco central, os riscos para a inflação ainda são de alta."

O setor de automóveis subiram 1,2%, impulsionados por um aumento de 26,4% na Volvo Cars depois que a montadora sueca disse que deixaria de financiar a Polestar Automotive Holding.

Continua após a publicidade

A Ferrari subiu 9,2% depois que a fabricante de carros esportivos de luxo garantiu aos investidores que suas receitas e seus principais balanços continuariam a crescer este ano.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,11%, a 7.622,16 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,26%, a 16.859,04 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,89%, a 7.588,75 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,18%, a 30.689,11 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,63%, a 10.014,00 pontos.

Continua após a publicidade

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,59%, a 6.285,35 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes