Petróleo sobe 3% após Israel rejeitar cessar-fogo em Gaza

Por Nicole Jao

LONDRES (Reuters) - Os preços do petróleo subiram mais de 3% nesta quinta-feira devido às preocupações com a ampliação do conflito no Oriente Médio, depois que Israel rejeitou uma oferta de cessar-fogo do Hamas.

O petróleo Brent subiu 2,42 dólares, ou 3%, para 81,36 dólares o barril. O petróleo West Texas Intermediate dos Estados Unidos subiu 2,36 dólares, ou 3,2%, para 76,22 dólares.

O contrato de referência do Brent ultrapassou os 80 dólares por barril e o WTI subiu além de 75 dólares por barril pela primeira vez em fevereiro.

As forças israelenses bombardearam a cidade de Rafah, na fronteira sul, nesta quinta-feira, depois que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu rejeitou uma proposta para acabar com a guerra no enclave palestino.

"O mercado está prendendo a respiração sobre quais poderiam ser as próximas consequências potenciais", disse John Kilduff, sócio da Again Capital LLC. Os ataques aos navios por parte dos rebeldes houthi apoiados pelo Irã continuaram a perturbar o comércio global de petróleo, acrescentou.

(Reportagem de Nicole Jao em Nova York, Robert Harvey em Londres, Katya Golubkova em Tóquio e Jeslyn Lerh em Cingapura)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes