Bolsas

Câmbio

Bolsa se recupera com valorização global e sobe com bancos e Petrobras

Após dois dias de queda, o Ibovespa sobe, em linha com recuperação internacional. O índice avançava 1,59%, para 50.029 pontos, às 10h30, enquanto Paris, por exemplo, ganhava 3%.

Há recuperação, após dois pregões de fortes quedas com a notícia de que o Reino Unido votou por sua saída da União Europeia. Os preços do petróleo sobem. Petrobras ON tinha alta de 3,80% e PN avançava 3,99%.

Papéis de commodities completavam os destaques. Usiminas PNA subia 2,97%, Vale PNA ganhava 3,17% e CSN avançava 3,84%. Os bancos também se recuperavam, após terem liderado a lista de perdas ontem. Bradesco ON tinha elevação de 2,46%, Bradesco PN ganhava 2,22% e Itaú PN registrava valorização de 2%.

Ontem, o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Jacob Lew, disse que apesar do Brexit - saída do Reino Unido da União Europeia - os sistemas econômicos estão funcionando e que não há a perspectiva de uma crise financeira em desenvolvimento.

O UBS colocou Brasil e Turquia entre os preferidos nos mercados de ações emergentes, no rastro do Brexit. Segundo o banco, os emergentes têm, em geral, pouco vínculo comercial direto e financeiro com o Reino Unido.

No front corporativo, a Hypermarcas confirmou que Nelson Mello, ex-diretor de relações institucionais da empresa, autorizou, por iniciativa própria, despesas sem as devidas comprovações das prestações de serviços. A confirmação consta em esclarecimento ao mercado enviado pela companhia à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A ação está entre as poucas perdas do Ibovespa e recuava 4,%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos