ONS investiga causa de desligamento automático de linhas de Itaipu

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) está investigando as causas de um desligamento automático de duas linhas de transmissão que escoavam energia da hidrelétrica de Itaipu para o Sudeste, no domingo, às 19h51. O episódio interrompeu uma carga 3.200 megawatts (MW) médios nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul. Segundo a Itaipu Binacional, a falha também afetou o Paraguai, que ficou sem energia por meia hora.

De acordo com o ONS, em relatório divulgado na tarde desta segunda-feira, a normalização da carga interrompida teve início às 20h, sendo recomposta de forma gradativa. Às 20h24, a carga foi totalmente recuperada. As duas linhas de transmissão retomaram a operação às 00h04 e às 00h33 de hoje.

Em nota, a Itaipu Binacional informou também sobre a falha. Segundo o comunicado, todas as unidades geradoras da usina de Itaipu seguiram funcionando normalmente, mas as unidades geradoras do setor 50hz ficaram "girando em vazio", ou seja, aguardando a normalização do sistema de transmissão para produzir.

Ainda de acordo com Itaipu, no momento da ocorrência, o setor 50hz da usina produzia 1.600 MW para o Paraguai e 5.200 MW para o Brasil. O Paraguai ficou sem energia por meia hora, segundo a entidade. O sistema todo de Itaipu para a Ande, a estatal paraguaia, foi restabelecido às 21h15.

"No lado brasileiro, o sistema de transmissão voltou a escoar energia de 50hz às 23h04. Por volta das 0h40, o sistema de transmissão de corrente contínua já permitia que a usina produzisse 2.600 MW para o Brasil. À 1h52, a produção já atendia a programação normal de 4.800 MW", detalhou em nota, Itaipu Binacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos