Bolsas

Câmbio

Em dia de poucos negócios, quatro ações movimentam 41% do Ibovespa

Em um dia de poucos negócios no mercado financeiro, apenas quatro ações são responsáveis por 41% do giro financeiro do Ibovespa, os papéis PNA da Vale, as ações preferenciais da Petrobras e os papéis do Itaú Unibanco e os preferenciais do Bradesco.


Às 15h04, o Ibovespa operava com queda de 0,03% aos 64.573 pontos e giro financeiro de R$ 3,2 bilhões, projetando R$ 4,6 bilhões para o final do dia. O motivo da cautela é a semana mais curta, devido ao feriado na sexta-feira, à apreensão com o desenrolar da crise geopolítica no Oriente Médio e as negociações em torno do projeto final de reforma da Previdência Social, que pode sair na semana que vem.


Apesar do alta volume de negócios, as ações PNA da Vale operam com baixa de 0,73%, os papéis ordinários recuam 1,34%. O preço do minério de ferro recuou 1% em Qingdao, na China, a US$ 74,71 por tonelada.


As ações da Petrobras, que chegaram a cair durante o pregão, operavam com alta. Os papéis preferenciais subiam 1,02% e as ações ordinárias tinham alta de 1,30%. Além da alta do preço do petróleo no mercado internacional, as ações reagem à notícia de que a agência de classificação de risco Moody's elevou o rating da Petrobras de 'B2' para 'B1' e a perspectiva de estável para positiva. A melhora da nota reflete o menor risco de liquidez e a perspectiva de menor alavancagem da companhia.


As ações do Itaú Unibanco operavam com queda de 0,26%, apesar do alto giro de negócios. O banco venceu uma disputa de R$ 22,924 bilhões que travava com a Receita Federal no Carf (Conselho de Administração de Recursos Fiscais). A Fazenda Nacional ainda pode recorrer da decisão. Já os papéis preferenciais do Bradesco operava com alta de 0,82% e as ações ordinárias tinham altas de 0,73%.


Fora do Ibovespa, as ações da Gol subiam 5,43% com a notícia de que o governo pretende anunciar amanhã o fim do limite ao capital estrangeiro nas companhias aéreas. A iniciativa consta da medida provisória com estímulos ao setor de turismo, que deve ser assinada hoje pelo presidente Michel Temer e publicada na edição de amanhã no Diário Oficial da União (DOU).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos