Bolsas

Câmbio

Vendas dos supermercados sobem 1% em maio, aponta Abras

As vendas reais do setor supermercadista subiram 1,06% em maio, em relação a igual mês de 2016, segundo o Índice Nacional de Vendas calculado pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras).


Na comparação com o mês de abril, houve recuo de 6,96%, considerada a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do IBGE. No acumulado de janeiro a maio, é registrada alta de 0,61% sobre um ano antes.


Em valores nominais, as vendas do setor em maio apresentaram alta de 4,72% sobre igual mês de 2016, mas recuaram 6,67% na comparação com abril. Nos cinco primeiros meses do ano, o crescimento foi de 5,15%.


O presidente da Abras, João Sanzovo Neto, em nota, afirma que "nos últimos dois meses o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) registrou aumento nos postos de trabalho, e a inflação também tem se mantido em baixos patamares, fatores que influenciam diretamente no resultado acumulado das vendas do setor". No entanto, o momento é de cautela devido às reviravoltas do cenário político, segundo ele.


Em maio, o Abrasmercado, cesta com 35 produtos de largo consumo, registrou queda de 0,54%, passando de R$ 470,16 para R$ 467,62. No acumulado do ano, a cesta tem recuo de 3,21%.


As maiores quedas de preço em maio foram registradas em produtos como tomate, farinha de mandioca, queijo muçarela e açúcar. Já as maiores altas correspondem aos itens cebola, batata, sabão em pó e creme dental.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos