Bolsas

Câmbio

Autuações por sonegação rendem créditos de R$ 73,6 bilhões no semestre

As autuações da Receita Federal por sonegação de impostos renderam R$ 73,636 bilhões em créditos tributários no primeiro semestre deste ano, o que representa um aumento de 12,6%, ou R$ 8,233 bilhões, na comparação com o mesmo período de 2016 (R$ 65,402 bilhões). Esse valor considera o débito mais multas.


O subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Iágaro Jung Martins, disse que o resultado apurado é o melhor para o primeiro semestre desde 2015 (R$ 75,1 bilhões). Além disso, o valor representa o segundo maior recuperado em um primeiro semestre pela fiscalização em toda a série.


O foco das autuações da Receita foi nos maiores contribuintes pessoas jurídicas, com 75,1% atutuações. Somente as autuações desses contribuintes somaram R$ 55,284 bilhões nos seis primeiros meses de 2017 ante R$ 48,822 bilhões do mesmo período de 2016, ou seja, um aumento de 13,2%.


Martins destacou que, de janeiro a junho deste calendário, também houve uma elevação na quantidade de procedimentos de auditorias externas e de revisão de declarações. No período, foi registrado um aumento de 14,8% dos procedimentos de fiscalização em relação a um ano antes: 201.692 ante 175.713.


As autuações relacionadas às sonegações de contribuições previdenciárias cresceram 54,5%, de R$ 4,148 bilhões no primeiro semestre de 2016 para R$ 6,411 bilhões nos primeiros seis meses deste ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos