Alckmin se encontra com cúpula do DEM em SP

(Atualizada às 18h30) O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), informou que receberá o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), e outras lideranças do DEM nesta segunda-feira à noite no Palácio dos Bandeirantes "para tomar café" e fazer "uma conversa geral sobre nada, nada específico".


Além de Maia, Alckmin deverá receber o prefeito de Salvador, ACM Neto, e o ministro da Educação, Mendonça Filho.


Maia pode ser alçado ao posto de presidente da República nas próximas semanas, caso deputados votem pela abertura de inquérito contra Michel Temer no início de agosto. Enquanto isso, o DEM atua para receber parlamentares do PSB que se mostram insatisfeitos com o oposicionismo da sigla, comandada em São Paulo pelo vice de Alckmin, Márcio França.


Questionado sobre o encontro durante um evento no Palácio, Alckmin respondeu assim: "Olha, eu tenho agora à noite a mostra do cinema negro, a 13ª edição, que a gente sempre procura sediar aqui no Palácio para estimular a cultura. Eu sou cinéfilo, né? Adoro cinema. E depois temos um café com algumas lideranças do Democratas, entre elas o Rodrigo Maia".


Sobre a pauta, afirmou mais adiante que não é sobre "nada, nada específico e completou: "Uma visão mais ampla sobre as reformas, a expectativa das reformas, a conjuntura política, enfim. Esse momento difícil que o Brasil está atravessando".


Minutos antes, ele assinou um chamamento público para ouvir empresas e eventuais grupos interessados na concessão do ginásio do Ibirapuera, na capital. O governo pretende lançar um edital sobre essa concessão até novembro. O plano é viabilizar investimento de R$ 226 milhões em reformas no local para exploração durante 30 anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos