Bolsas

Câmbio

Exterior e incerteza no quadro fiscal amparam dólar acima de R$ 3,20

O dólar é negociado em alta desde a abertura dos negócios.Permeia os mercados a cautela com as incertezas no fronte fiscal, como a revisão dos déficits primários projetados para 2017 e 2018.


Por volta das 10h30, o dólar comercial subia 0,17%, a R$ 3,2007.O contrato futuro para setembro, por sua vez, marcava R$ 3,2120, elevação de 0,33%.


Os investidores aguardam o anúncio das novas metas fiscais, que vem sendo adiado, mas pode sair nesta semana. Além das metas, os questionamentos no mercado também envolvem quais medidas pode ser comunicadas para aumentar a arrecadação ou conter gastos.


Em paralelo, como aponta o Valor, há ainda discórdia entre economistas e no governo sobre a substituição da Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) pela Taxa de Longo Prazo (TLP).


Na renda fixa, oDI janeiro/2019 operava a 8,050% (8,060% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2021 marcava 9,370% (9,390% no ajuste anterior).


O DI janeiro/2018 recuava a 8,145%, ante 8,155% no ajuste anterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos