Como declarar FGTS e seguro-desemprego no IR? Qual CNPJ usar?

Sophia Camargo
Do UOL, em São Paulo

Uma alteração do programa para fazer a declaração do Imposto de Renda neste ano está confundindo as pessoas que receberam FGTS e seguro-desemprego na hora de declarar.

Até o ano passado, a Receita não pedia para informar o nome da fonte pagadora nem o CNPJ em diversas linhas da ficha Rendimentos Isentos e Não Tributáveis. FGTS e seguro-desemprego estavam incluídos nessa categoria.

A partir desse ano, porém, todas as linhas desta ficha devem ser preenchidas com a informação completa da fonte pagadora, com nome e CNPJ.

A dúvida de quem recebeu FGTS e seguro-desemprego é qual fonte e CNPJ informar.

Como declarar o FGTS

Quem sacou FGTS em 2013 deve informar, na linha 3 da ficha Rendimentos Isentos e Não Tributáveis, a Caixa Econômica Federal como fonte pagadora. O CNPJ da instituição é o 00.360.305/0001-04.

Arte/UOL

Arte/UOL

Como declarar o seguro-desemprego

Para declarar o seguro-desemprego, o contribuinte deve informar, na linha 24 (outros), da ficha Rendimentos Isentos e Não Tributáveis, a fonte pagadora FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), CNPJ Nº 07.526.983/0001-43.

Arte/UOL

Arte/UOL

(Fontes: Caixa Econômica Federal, Ministério do Trabalho e Emprego e Receita Federal)

Últimas de Economia



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos