Mais brasileiros buscam cursos de pós-graduação nos Estados Unidos

O número de brasileiros que se candidataram a cursos de pós-graduação nos Estados Unidos cresceu 24% neste ano, de acordo com um levantamento do Council of Graduate Schools com 276 escolas. É mais que o dobro do crescimento registrado no ano passado, quando o número de brasileiros subiu 9%. Ainda assim, alunos do país representam apenas 1% dos estudantes estrangeiros de pós-graduação em instituições americanas.

Veja também

  • Arte UOL

    MBA ou mestrado: confira o tipo de pós mais adequado para você

  • Procura por vaga em universidade dos EUA toma tempo e dinheiro


Nos EUA, o número de inscritos em cursos de pós vindos de outros países aumentou 1% em 2013, bastante menos do que o incremento de 9% registrado em 2012 e de 11% em 2011. A mudança se deu principalmente pela queda no número de candidatos chineses, que representam quase um terço dos estrangeiros cursando pós-graduação em universidades americanas. Em 2013, o número de candidatos da China caiu 5%, sendo que nos últimos três anos o país havia registrado aumentos de cerca de 20%.

A Índia, segundo país que mais manda estudantes de pós para instituições americanas, aumentou o número de candidatos em 20%, o que impediu que a queda dos chineses impactasse ainda mais o número geral de estrangeiros. A Coreia do Sul, Taiwan, Canadá e México, que estão entre os países que mais enviam estrangeiros para cursos de pós nos EUA, apresentaram queda no número de candidatos em 2013. Apesar de ter pouca representatividade no volume total de alunos, o Brasil é o país da América do Sul que mais manda estudantes desse nível para instituições americanas.

Últimas de Economia

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos