Bolsas

Câmbio

Ao VivoDireto da Bolsa

Cobertura de notícias sobre mercados, ações e investimentos no Brasil e no exterior

Conheça as ideias de Ilan Goldfajn sobre câmbio e juros

As ideias do novo presidente do BC, Ilan Goldfajn, sobre a economia são conhecidas. Além de assinar relatórios do banco Itaú junto com outros economistas, Ilan escrevia regularmente artigos nos jornais "Estado de S. Paulo" e "O Globo". Em abril, por exemplo, escreveu que "não é o momento de sancionar" uma apreciação cambial e euforia no mercado. Sobre juros, disse que "em algum momento o BC deverá reduzir" a taxa Selic. Em artigo publicado em maio, Ilan destacou riscos externos. Deixe sua opinião (Com Reuters) Leia Mais

Bolsas dos EUA fecham em queda; Nasdaq perde 1,25%

Os principais índices acionários dos Estados Unidos fecharam em queda nesta terça-feira (17). O índice Dow Jones caiu 1,02%,a 17.529 pontos, o S&P 500 perdeu 0,94%, para 2.047 pontos, e o Nasdaq, que reúne as empresas de tecnologia, teve baixa de 1,25%, a 4.715 pontos. Investidores aumentavam suas apostas de que o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) elevará as taxas de juros mais tarde este ano. Deixe sua opinião (Com Reuters) Leia Mais

Barril do petróleo nos EUA sobe 1% e atinge maior valor em sete meses

Os preços do petróleo nos Estados Unidos encerraram esta terça-feira (17) em alta de 1%, a US$ 48,31 por barril, maior nível em sete meses. O barril do Brent, negociado em Londres e referência no mercado, encerrou em alta de 0,63%, a US$ 49,28, após ter tocado mais cedo o maior valor em seis meses, de US$ 49,58. Os preços subiram após uma pesquisa da agência de notícias Reuters com analistas de petróleo concluir os estoques dos EUA deve ter caído em 2,8 milhões de barris na semana passada, recuando pela segunda semana consecutiva. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Bolsa cai 1,86%, com bancos e Petrobras; BB despenca quase 5%

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta terça-feira (17) com queda de 1,86%, a 50.839,39 pontos. Na véspera, a Bolsa havia fechado estável, a 51.802,92 pontos. No mês, a Bovespa acumula perda de 5,70%. No ano, no entanto, a alta é de 17,28%. A queda de hoje foi puxada, principalmente, pelo desempenho negativo das ações da Petrobras e dos bancos. Só as ações do Banco do Brasil despencaram quase 5%. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa. Deixe sua opinião (Com Reuters) Leia Mais

Dólar cai 0,36% e fecha a R$ 3,492, após anúncio de equipe econômica

dólar comercial fechou esta terça-feira (17) em baixa de 0,36%, cotado a R$ 3,492 na venda. Essa é a segunda queda seguida da moeda norte-americana. Na véspera, o dólar havia caído 0,55%. Apesar da queda, a moeda ainda acumula avanço de 1,49% no mês. No ano, a desvalorização é de 11,56%. Pela manhã, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou os nomes que vão compor sua equipe econômica. Para a presidência do Banco Central, Meirelles indicou o o economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco, Ilan Goldfajn, o que agradou o mercado. Deixe sua opinião (Com Reuters) Leia Mais

Dólar cai, abaixo de R$ 3,50; Bovespa opera em queda de quase 2%

O dólar comercial e a Bovespa operavam em queda nesta terça-feira (17). Por volta das 16h, a moeda norte-americana perdia 0,26%, a R$ 3,495 na venda, e o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, caía 1,96%, a 50.789,98 pontos. Investidores estavam otimistas com a indicação de Ilan Goldfajn, economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco, para a presidência do Banco Central. Além dele, foram anunciados nesta manhã outros nomes que comporão a equipe econômica do governo interino de Michel Temer. No exterior, dados da economia dos EUA aumentavam os receios de aumento dos juros por lá. O petróleo operava em alta, favorecendo as moedas de países emergentes. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Gerdau chega a cair mais de 4% após indiciamentos na operação Zelotes

As ações da Gerdau caíam novamente nesta terça-feira (17). Por volta das 15h, os papéis da empresa (GGBR4) operavam em queda de 3,08%, a R$ 5,97. Mais cedo, as ações chegaram a tombar mais de 6%. No mesmo horário, as ações da Gerdau Metalúrgica (GOAU4) perdiam 4,76%, a R$ 2,20. Elas eram influenciadas ainda pelo indiciamento, na véspera, de 19 pessoas no âmbito da operação Zelotes, incluindo, segundo a mídia, o presidente-executivo do grupo siderúrgico, André Gerdau Johannpeter. Deixe sua opinião  (Com Reuters)

Cemig aposta em venda de negócios para reduzir endividamento

A estatal mineira de energia Cemig (CMIG4) decidiu que vai se focar na venda de negócios para reduzir seu endividamento, que quase dobrou desde o final de 2015 e tornou-se uma das principais preocupações da gestão da companhia, afirmou nesta terça-feira (17) o diretor de Finanças, Fabiano Maia Pereira. A relação entre a dívida líquida da elétrica e a geração de caixa, medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), fechou março em 4,39 vezes, ante 2,4 vezes no final de 2015. Deixe sua opinião (Com Reuters)

BC dos EUA pode elevar juros duas ou três vezes este ano, dizem executivos

O Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) pode ainda elevar a taxa de juros duas ou três vezes este ano, disseram duas autoridades da instituição nesta terça-feira (17). Em uma aparição conjunta em Washington, o presidente do Fed de Atlanta, Dennis Lockhart, afirmou que ainda presume que haverá de duas a três altas dos juros este ano. O presidente do Fed de San Franciso, John Williams, concordou que isso "parece razoável". Deixe sua opinião (Com Reuters)

Dólar cai, vendido perto de R$ 3,50; Bolsa opera em queda de 1,7%

O dólar comercial e a Bovespa operavam em queda nesta terça-feira (17). Por volta das 15h, a moeda norte-americana perdia 0,14%, a R$ 3,499 na venda, e o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, caía 1,66%, a 50.941,91 pontos. Investidores estavam otimistas com a indicação de Ilan Goldfajn, economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco, para a presidência do Banco Central. Além dele, foram anunciados nesta manhã outros nomes que comporão a equipe econômica do governo interino de Michel Temer. O Banco Central não anunciou até o momento nenhuma atuação no mercado de câmbio. No exterior, dados da economia dos EUA aumentavam os receios de aumento dos juros por lá. O petróleo operava em alta, favorecendo as moedas de países emergentes. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Fazenda vai rever fórmula de cálculo das contas públicas

O Tesouro Nacional, agora sob o comando do ministro Henrique Meirelles (Fazenda), vai reformular a forma de cálculos dos principais indicadores sobre as contas públicas. A iniciativa atende a determinação do TCU (Tribunal de Contas da União), segundo a Fazenda. Uma portaria publicada pelo órgão nesta terça-feira (17) cria um grupo de trabalho que terá 180 dias para "aprimorar os conceitos do resultado fiscal (primário e nominal)". O resultado primário é a diferença entre receitas e despesas não financeiras. O nominal inclui nessa conta os ganhos e gastos com os juros da dívida, por exemplo. Deixe sua opinião (Com Folha) Leia Mais

Bolsa da Itália fecha em queda de 1,34%; Inglaterra tem alta

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 fechou esta terça-feira (17) com variação negativa de 0,03%, a 1.315 pontos, após atingir mais cedo o maior nível desde o começo de maio. Veja as oscilações das Bolsas da Europa:

  • Inglaterra: +0,27%
  • Espanha: +0,19%
  • Portugal: -0,13%
  • França: -0,34%
  • Alemanha: -0,63%
  • Itália: -1,34%. Deixe sua opinião (Com Reuters)
Leia Mais

Preços de imóveis em SP estão perto do piso, dizem construtoras

Os preços dos imóveis na cidade de São Paulo, o maior mercado do Brasil, chegaram ao piso e deverão permanecer perto desse nível até o ano que vem, pelo menos, enquanto houver recessão, segundo duas das maiores empresas imobiliárias da cidade. A queda da atividade econômica no Brasil pegou o setor imobiliário em cheio, com dois anos consecutivos de contração, desemprego acima de 10% e inflação alta. A confiança do consumidor afundou e os bancos estão evitando oferecer crédito. Deixe sua opinião (Com Bloomberg) Leia Mais

Dólar cai, perto de R$ 3,50, e Bolsa opera em queda de 1,4%, após Meirelles

O dólar comercial e a Bovespa operavam em queda nesta terça-feira (17). Por volta das 13h50, a moeda norte-americana perdia 0,15%, a R$ 3,499 na venda, e o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, caía 1,41%, a 51.072,45 pontos. Investidores estavam otimistas com a indicação de Ilan Goldfajn, economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco, para a presidência do Banco Central. Além dele, foram anunciados nesta manhã outros nomes que comporão a equipe econômica do governo interino de Michel Temer. O Banco Central não anunciou até o momento nenhuma atuação no mercado de câmbio. No exterior, dados da economia dos EUA aumentavam os receios de aumento dos juros por lá. O petróleo operava em alta, favorecendo as moedas de países emergentes. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Usiminas e ArcelorMittal aumentam preço do aço pela 3ª vez, diz Inda

Os grupos siderúrgicos Usiminas (USIM5) e ArcelorMittal estão informando distribuidores de aços planos nesta semana sobre um terceiro reajuste nos preços, seguindo anúncio feito na semana passada pela rival CSN (CSNA3), disse nesta terça-feira (17) o presidente da entidade que representa os revendedores, Inda. "Usiminas e Arcelor estão subindo mais uma vez os preços, ao redor de 10%", disse o presidente da Inda, Carlos Loureiro, a jornalistas. Segundo ele, o novo aumento, o terceiro seguido desde abril, é válido a partir de 1º de junho. Deixe sua opinião (Com Reuters)

China tem condições de manter crescimento em faixa razoável, diz premiê

A China será capaz de manter o crescimento econômico dentro de uma faixa razoável, mesmo que enfrente dificuldades e desafios, disse o primeiro-ministro, Li Keqiang, nesta terça-feira (17). Os níveis gerais de endividamento na China estão sob controle e o governo será capaz de afastar os riscos financeiros sistêmicos, disse Li em declaração publicada no site do governo central. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Dodge & Cox reduz fatia na BR Malls para 3,94%

A administradora de shoppings BR Malls (BRML3) informou nesta terça-feira (17) que a Dodge & Cox reduziu sua participação na companhia para 3,94% do capital social, no total de 18.270.600 ações ordinárias, com direito a voto em assembleia. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Dólar cai, perto de R$ 3,50, e Bolsa opera em queda, após Meirelles

O dólar comercial e a Bovespa operavam em queda nesta terça-feira (17). Por volta das 12h50, a moeda norte-americana perdia 0,13%, a R$ 3,50 na venda, após operar em alta pela manhã. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, caía 0,72%, a 51.431,65 pontos. Investidores estavam otimistas com a indicação de Ilan Goldfajn, economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco, para a presidência do Banco Central. Além dele, foram anunciados nesta manhã outros nomes que comporão a equipe econômica do governo interino de Michel Temer. O Banco Central não anunciou até o momento nenhuma atuação no mercado de câmbio. No exterior, dados da economia dos EUA aumentavam os receios de aumento dos juros por lá. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Lucro da Avianca Holdings desaba 90,4% no primeiro trimestre

A Avianca Holdings, grupo colombiano que controla as empresas aéreas dessa marca na América Latina. exceto no mercado brasileiro, registrou lucro líquido de US$ 3,2 milhões no primeiro trimestre de 2016, ganho 90,4% menor que em igual período do ano passado. Na mesma base de comparação, a receita líquida caiu 9,9%, para US$ 1,005 bilhão. Deixe sua opinião (Com Valor)  Leia Mais

Jucá destaca necessidade de Brasil recuperar credibilidade

O ministro do Planejamento, Romero Jucá, destacou nesta terça-feira (17) a necessidade de o Brasil recuperar a credibilidade para se renovar e proporcionar previsibilidade econômica. Em evento no Rio de Janeiro na sede do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Jucá afirmou que uma "base política é necessária para fazer mudanças" e que a segurança jurídica, que ficou abalada em diversos episódios, é essencial. "Para que cada agenda possa cumprir seu projeto econômico, é fundamental que haja previsibilidade na economia", disse Jucá. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Inflação nos EUA acelera 0,4% em abril, maior alta em mais de 3 anos

A inflação nos Estados Unidos registrou a maior alta mensal em mais de três anos em abril. O Índice de Preços ao Consumidor acelerou 0,4% no mês passado, maior alta desde fevereiro de 2013, informou o Departamento do Trabalho norte-americano nesta terça-feira (17). Em março, o índice havia avançado 0,1%. A alta dos preços foi puxada pelo avanço dos custos da gasolina e dos aluguéis. Caso a inflação continue avançando, analistas acreditam que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) possa ter munição para elevar os juros ainda este ano. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Dólar cai, perto de R$ 3,50, e Bolsa opera em queda, após Meirelles

O dólar comercial e a Bovespa operavam em queda nesta terça-feira (17). Por volta das 11h50, a moeda norte-americana perdia 0,13%, a R$ 3,50 na venda, após operar em alta pela manhã. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, caía 0,81%, a 51.381,88 pontos. Investidores estavam otimistas com a indicação de Ilan Goldfajn, economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco, para a presidência do Banco Central. Além dele, foram anunciados nesta manhã outros nomes que comporão a equipe econômica do governo interino de Michel Temer. O Banco Central não anunciou até o momento nenhuma atuação no mercado de câmbio. No exterior, dados da economia dos EUA aumentavam os receios de aumento dos juros por lá. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Produção industrial dos EUA avança 0,7%em abril

A produção industrial nos Estados Unidos avançou 0,7% em abril, segundo dados divulgados nesta terça-feira (17). O resultado foi puxado por fabricantes de maquinário e carros, que registraram aumentos sólidos na produção, um sinal de que o setor industrial do país está resistindo à pressão negativa do crescimento global fraco. Já a produção manufatureira avançou 0,3%. Deixe sua opinião  (Com Reuters)

Nissan diz que manipulação da Mitsubishi se limita ao Japão

O presidente da Nissan, o brasileiro Carlos Ghosn, afirmou que a Mitsubishi, que ficará sob o controle de sua companhia após o escândalo de manipulação de dados de consumo de seus carros, assegurou que essa falsificação se limita ao mercado japonês. "Abrimos o processo [de aquisição do conjunto de acionistas da Mitsubishi] com base nestas suspeitas", disse Ghosn em entrevista publicada nesta terça-feira (17) pelo jornal econômico "Nikkei". Deixe sua opinião  (Com Efe) Leia Mais

Ações da Gerdau caem 2,4% após indiciamentos na operação Zelotes

As ações da Gerdau caíam novamente nesta terça-feira (17). Por volta das 11h, os papéis da empresa (GGBR4) operavam em queda de 2,44%, a R$ 6,01. Mais cedo, as ações chegaram a tombar mais de 6%. Elas eram influenciadas ainda pelo indiciamento, na véspera, de 19 pessoas no âmbito da operação Zelotes, incluindo, segundo a mídia, o presidente-executivo do grupo siderúrgico, André Gerdau Johannpeter. Deixe sua opinião  (Com Reuters)

Dólar sobe e opera perto de R$ 3,52; Bolsa cai 1,5%, após Meirelles

O dólar comercial subia e a Bovespa operava em queda nesta terça-feira (17). Por volta das 10h45, a moeda norte-americana avançava 0,5%, a R$ 3,522 na venda, e o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, caía 1,53%, a 51.009,24 pontos. Investidores analisavam o discurso do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em entrevista nesta manhã. O ministro anunciou que o novo presidente do Banco Central será o economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco, Ilan Goldfajn. O Banco Central não anunciou até o momento leilão se swap cambial reverso (equivalente à compra futura de dólares). Deixe sua opinião  (Com Reuters)

Dufry estende contrato para operar no aeroporto de Guarulhos até 2032

A varejista suíça Dufry e o Aeroporto Internacional de Guarulhos (GRU Airport) estenderam o acordo firmado para a operação dos espaços de varejo comercial "duty free" e "duty paid" até 2032. Além disso, segundo comunicado, a Dufry informa que irá operar em torno de 2.300 metros quadrados de área adicional, incluindo um shopping Dufry no terminal 2 do aeroporto. Deixe sua opinião  (Com Valor) Leia Mais

Ex-diretor da Aneel é convidado para ser número 2 de Minas e Energia, diz fonte

O ex-diretor da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) Paulo Pedrosa foi convidado pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho (PSB-PE), para ser o secretário-executivo da pasta, disse à agência de notícias Reuters nesta terça-feira (17) uma fonte com conhecimento do assunto. Pedrosa, que atualmente é presidente da Abrace, associação que representa grandes consumidores industriais de energia elétrica, fez parte da diretoria da Aneel entre 2002 e 2005. Procurado, ele disse que teve "uma excelente conversa com o ministro", mas não quis confirmar a indicação ao cargo no ministério. (Com Reuters)

Conselho do BB aprova eleição de vice-presidente de serviços

O Banco do Brasil (BBAS3) informou que seu Conselho de Administração aprovou a eleição de João da Silva Maia para o cargo de vice-presidente de serviços, infraestrutura e operações para completar o mandato após a renúncia de César Augusto Rabello Borges. Nesta terça-feira (17), o BB informou que o Banco Central registrou a eleição de Maia na semana passada. Deixe sua opinião  (Com Reuters)

Dólar passa a subir, perto de R$ 3,51; Bovespa opera quase estável

O dólar comercial passava a subir e a Bovespa operava quase estável nesta terça-feira (17). Por volta das 10h, a moeda norte-americana avançava 0,15%, a R$ 3,51 na venda, e o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, tinha leve alta de 0,05%, a 51.827,82 pontos. Investidores analisavam o discurso do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em entrevista nesta manhã. O ministro anunciou que o novo presidente do Banco Central será o economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco, Ilan Goldfajn. O Banco Central não anunciou até o momento leilão se swap cambial reverso (equivalente à compra futura de dólares). Deixe sua opinião  (Com Reuters)

Embraer avalia recorrer à OMC contra subsídios canadenses à Bombardier

A Embraer (EMBR3) pode recorrer à Organização Mundial do Comércio (OMC) contra subsídios canadenses concedidos à rival Bombardier, afirmou um executivo sênior da fabricante brasileira de aeronaves nesta segunda-feira (16). Paulo Cesar Silva, presidente da divisão de aviação comercial da Embraer, afirmou em entrevista telefônica que o financiamento do governo canadense dá à Bombardier uma vantagem injusta nas campanhas de vendas em que o modelo C Series, da Bombardier, compete contra os E-Jets, da Embraer. Deixe sua opinião  (Com ReutersLeia Mais

Petrobras anuncia oferta de títulos em dólares por meio de subsidiária

A Petrobras (PETR4) informou nesta terça-feira (17), em comunicado ao mercado, que sua subsidiária integral Petrobras Global Finance planeja oferecer títulos em uma ou mais séries em dólares sujeitas às condições do mercado e outras condições. A Petrobras Global Finance pretende usar os recursos líquidos da venda dos títulos para recomprar títulos validamente entregues e aceitos para compra pela subsidiária e usar qualquer recurso remanescente para fins corporativos gerais. Deixe sua opinião  (Com ReutersLeia Mais

Tombini elogia indicação de Goldfajn para substituí-lo no comando do BC

O atual presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, elogiou a indicação do economista-chefe do Itaú Unibanco, Ilan Goldfajn, para presidir o órgão no governo do presidente interino Michel Temer. Tombini disse que Goldfajn "é profissional reconhecido, com larga experiência no setor financeiro brasileiro, ampla visão da economia nacional e internacional, além de já ter passagem pela diretoria" do BC. Segundo ele, as qualidades e a formação do economista "o credenciam a uma bem-sucedida gestão" da instituição. Goldfajn foi indicado pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, nesta terça-feira (17), junto com os outros nomes que comporão a nova equipe econômica. Segundo Meirelles, Tombini deve “continuar integrando a alta administração federal em outra função”. Leia Mais

Ilan Goldfajn, economista-chefe do Itaú, é indicado para presidir o BC

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou nesta terça-feira (17) que o novo presidente do Banco Central será o economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco (ITUB4), Ilan Goldfajn. Ele foi escolhido para substituir Alexandre Tombini. Antes de assumir, Goldfajn precisa passar por uma sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, atualmente presidida pela senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). A indicação precisa ser aprovada pelo Senado. Até lá, Tombini, que elogiou a indicação, permanece no BC. Deixe sua opinião  Leia Mais

Dólar opera em queda, a R$ 3,49, com investidores de olho em Meirelles

O dólar comercial operava em queda nesta terça-feira (17). Por volta das 9h, a moeda norte-americana caía 0,32%, a R$ 3,493 na venda. Investidores acompanhavam a entrevista do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, nesta manhã. O ministro anunciou que o novo presidente do Banco Central será o economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco, Ilan Goldfajn. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Comente as notícias no Direto da Bolsa

O Direto da Bolsa tem espaço para comentários. Deixe sua opinião sobre as principais notícias do dia sobre ações, câmbio e mercado financeiro no Brasil e no mundo. 

Abilio Diniz terá assento no conselho de administração do Carrefour

Acionistas do Carrefour votaram nesta terça-feira (17) a favor de conceder um assento no conselho para o bilionário brasileiro Abilio Diniz, terceiro maior acionista da varejista francesa. Mais de 90% dos votos aprovaram a resolução. Diniz, que obteve status de observador no conselho do Carrefour em janeiro, detém junto com sua família 8,05% do capital do Carrefour e 7,09% dos direitos de voto. Em dezembro de 2014, Diniz também adquiriu fatia de 10% na unidade brasileira do Carrefour, elevando-a para 12% em junho de 2015. Ele tem uma opção para aumentar a fatia para 16% em cinco anos. (Com Reuters) Leia Mais

Bolsa do Japão fecha em alta de 1,13%; mercado perde 0,25% na China

As Bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam em alta nesta terça-feira (17), exceto a chinesa, que caiu 0,25%, com a expectativa de investidores de que o governo reduza os estímulos monetários, mesmo com a economia mostrando dificuldade para ganhar força. O índice japonês Nikkei avançou 1,13%, a Bolsa de Cingapura, 1,65%, e a de Hong Kong, 1,18%. O mercado de ações ganhou 0,9% em Taiwan e 0,69% na Austrália. A Bolsa da Coreia do Sul ficou quase estável, com leve alta de 0,01%. (Com Reuters) Leia Mais

Conversor de moedas

Resultado:

Cursos Online
UOL Cursos Online

Câmbio

Dólar comercial - 15/07/2019 17h00
Compra Venda Variação
Dólar com. 3,7550 3,7563 +0,46%
Dólar tur. 3,6100 3,9100 +0,51%
Euro 4,2280 4,2311 +0,38%
Libra 4,7000 4,7034 +0,02%
Pesos arg. 0,0883 0,0888 -1,22%

Fonte Thompson Reuters

Veja outras cotações

Bolsas de Valores

Bovespa - 15/07/2019 17h22 - 103.802,69
Variação
Brasil | Bovespa -0,10%
EUA | Nasdaq +0.17%
França | CAC 40 +0.1%
Japão | Nikkei +0.20%

Fonte Thompson Reuters

Veja outras cotações

Ações em destaque

Ação Variação Cotação
Veja outras cotações

Commodities

Venda Variação
Petróleo (Brent) US$ 67,170 +0,01%
Ouro US$ 1414,195 -0,13%
Prata US$ 15,395 +1,08%
Platina US$ 844,500 +1,45%
Paládio US$ 1571,500 +1,36%

Fonte Thompson Reuters

Inflação

Índice Mês Valor
IPCA jul.18 +0,33%
IPC-Fipe jul.18 +0,23%
IGP-M jul.18 +0,51%
INPC jul.18 +0,25%

Fonte Thompson Reuters

Indicadores

Valor Atualização
Salário Mínimo R$ 954,00 2018
Global 40 +112,32% 15.Jul.2019
TR 0,0% 15.Jul.2019
CDI +6,4% 15.Jul.2019
SELIC +6,5% 01.ago.2018
IPCA +0,33% jul.18

Fonte Thompson Reuters

Últimas notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos