PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

João Branco

Quantas vezes você chorou em 2020?

João Branco

João Branco tem mais 20 anos de experiência em grandes marcas e trabalha desde 2014 no McDonald's, onde é o Diretor de Marketing e lidera o talentoso time que está batendo todos os recordes de vendas da história do Big Mac. João estudou em algumas das melhores universidades do mundo mas aprendeu no "Méqui" o que nenhuma aula teórica foi capaz de ensinar: que o resultado sempre vem quando o consumidor ama muito tudo isso.

Colunista do UOL

16/12/2020 04h00

Esse ano foi osso. Normalmente eu gosto de fazer uma retrospectiva em dezembro, mas dessa vez está difícil lidar com os sentimentos.

Estamos vivendo um momento histórico. Não sei se a ficha de vocês já caiu, mas tenho certeza que um dia nossos netos nos perguntarão: vovô, vovó, como foi viver em 2020?

E eu vou responder que foi, no mínimo, bizarro.

É como se os céus tivessem olhado pro planeta Terra e concluído que precisávamos de um "chacoalhão" esse ano. Fico imaginando uma conversa entre eles alguns meses atrás:

- Como vamos fazer para que os 8 bilhões de humanos entendam algo novo?

- Vamos influenciá-los através de um excelente livro?

- Está longe de ser o suficiente. Ninguém lê por lá. Há títulos com apenas 10.000 cópias entrando na lista dos best-sellers.

- Um novo filme em Hollywood?

- O mais assistido de todos os tempos não passou de 20 milhões de exibições.

- Que tal uma nova série no Netflix?

- Até a recordista "O gambito da rainha" não passou de 100 milhões de transmissões.

- Então que tal o vídeo mais visto do Youtube?

- Não me surpreenderia se em 2020 o vídeo do Baby Shark fosse o mais assistido do mundo.

- Já sei! Vamos usar as Olimpíadas!

- O interesse nesse evento já foi maior. Precisamos de algo mais forte, que realmente provoque uma transformação nas pessoas.

- Só nos resta uma opção... provocar uma experiência real em toda a humanidade.

E foi assim que todos fomos matriculados nesse curso de vida chamado 2020. Criei essa fantasia na minha cabeça porque até agora não consigo acreditar no que vivemos.

A Covid -19 foi um divisor de águas. A partir de agora muita coisa será diferente. Não duvido que apareçam vagas de emprego onde o pré-requisito seja "ter mantido seu negócio vivo em 2020" ou pessoas no Tinder buscando pretendentes que tenham "tratado bem os seus pais durante a pandemia". Até nossas referências de qualidades e talentos mudaram.

Para mim, esse ano valeu por um MBA. Foi um treinamento intensivo. Um condensado de lições sobre a vida, cuidados com a saúde, significado de "essencial", generosidade, resiliência, criatividade, a importância das relações pessoais e o valor da liberdade de ir e vir.

Quantas vezes você chorou esse ano? Em quantos momentos teve medo? Raiva? Alívio? Esperança? Cada uma dessas situações foram aulas que te ensinaram muitas coisas. Nada é capaz de nos mudar tanto quanto uma experiência de vida real.

Essa segunda onda de contaminações parece ser o trabalho de conclusão deste curso. Será que vamos ter um teste final dos conhecimentos adquiridos? Acho que não será necessário. Afinal, a gente sabe quando uma criança é bem-educada, não é? Quando ela aprendeu as lições de falar "por favor" e "obrigado". Quando olha para os dois lados antes de atravessar a rua, divide os brinquedos com os amigos e come de boca fechada. Também vamos saber quem aprendeu os ensinamentos de 2020.

Para nós, marketeiros, foi uma grande aula sobre como acompanhar o sentimento dos consumidores em tempo real. Mas para nós, pessoas, foi uma lição de humanidade. Em épocas onde só se fala de automatização, robotização e implementação de tecnologia, o maior aprendizado foi sobre coisas que só podem ser feitas por quem tem um coração.

Não desperdice 2020. Está aí uma grande oportunidade. E uma torcida para que a gente não tenha que se matricular nesse curso novamente.

Ei, Roberto Carlos, esse ano (e apenas esse ano) sugiro terminar a famosa música de outra forma: se chorei ou se sorri, o importante é que lições aprendi.

livro 2020 - Felipe Tomazelli - Felipe Tomazelli
Imagem: Felipe Tomazelli