PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

João Branco

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Você é capaz de mudar de trabalho sem precisar mudar de emprego

Conteúdo exclusivo para assinantes
João Branco

João Branco tem mais 20 anos de experiência em grandes marcas e trabalha desde 2014 no McDonald's, onde é o Diretor de Marketing e lidera o talentoso time que está batendo todos os recordes de vendas da história do Big Mac. João estudou em algumas das melhores universidades do mundo mas aprendeu no "Méqui" o que nenhuma aula teórica foi capaz de ensinar: que o resultado sempre vem quando o consumidor ama muito tudo isso.

Colunista do UOL

08/06/2022 04h00

Praticamente metade do ano se foi. Como vai o seu 2022? Daqui para frente veremos um ambiente ocupado pelo tema de eleições e Copa do Mundo. Vai voar. E, se você ficar distraído com essas coisas, pode ser que esse voo não te leve a lugar algum.

Nossa rotina diária já é tão preenchida por tarefas que naturalmente entramos em um piloto automático. E isso fica ainda mais em "loop robotizado" quando todo mundo está prestando atenção nessas outras coisas. Até que um dia dá um estalo e percebemos que o relógio está correndo rápido demais. E bate aquela vontade de mudar alguma coisa. Tem gente que decide mudar de emprego, abrir um negócio, largar tudo ou começar um novo momento de vida. Estão buscando algo que preencha um vazio.

Vejo tanta gente com esse sentimento que escrevi um livro sobre isso, o "Dê Propósito" (conheça aqui), que propõe uma solução para esse incômodo.

A provocação começa em enxergar que o nosso trabalho não é apenas o nosso trabalho. Passamos tanto tempo exercendo a nossa profissão que isso não é apenas mais um compromisso qualquer. Se a vida fosse um jogo de futebol, o trabalho consumiria o equivalente a 45 minutos. Faça as contas da sua agenda e você vai perceber isso.

Também vale notar que estamos mais sensíveis ao próximo. Apesar de ainda termos muito a avançar, uma pesquisa recente mostrou que 78% dos brasileiros afirmam ter realizado alguma atividade beneficente nos últimos 12 meses. E que recentemente as pessoas estão doando mais dinheiro para causas socais do que os últimos 5 anos. Por que será que isso está acontecendo? Talvez o mesmo sentimento de querer fazer o bem e de ajudar quem precisa esteja envolvido na nossa reflexão sobre a vida profissional. Quanto mais tempo conseguimos dedicar a algo que tenha um significado maior nas horas vagas, mais as "horas pagas" perdem em sentido.

Mas vejo uma oportunidade tremenda aqui de conciliar tudo isso se a gente levar o coração para o trabalho. Muita gente usa a palavra "serviço" para falar do seu emprego. Já parou para pensar em como essa é uma expressão forte? Quando você sai de casa para trabalhar, está indo até um lugar onde irá se dedicar a servir. Isso significa se importar tanto com as necessidades dos outros quanto você se preocupa com as suas. Servir é se empenhar em suprir o próximo.

No seu trabalho pode existir a combinação explosiva de um contexto no qual você coloca em ação os seus talentos, com excelência, e faz algo que as outras pessoas precisam que seja feito. Fazer tudo com essa intenção, todos os dias, é capaz de transformar a nossa rotina.

Seu trabalho não vai ficar mais fácil. Suas tarefas não vão diminuir de quantidade. Seu salário não vai aumentar. E as pessoas não vão ficar mais legais com você por causa disso automaticamente. Mas dentro de você, tudo vai mudar. E isso é o mais importante. Os sentimentos de incômodo porque "o fulano deve estar ganhando mais do que eu" ou "preciso ser promovida antes do que ela" ou "nunca vou ficar famoso nesse servicinho chato" darão lugares a pensamentos como "hoje estou fazendo a diferença na vida de alguém", "eu fiz o que tinha que fazer" ou "que bom que tratei aquela pessoa como eu gostaria de ser tratado". E isso transborda em nós. Não importa o que você faça, seu cargo ou escolaridade.

Você estava pensando em procurar novas vagas em outras empresas porque queria preencher um vazio? Trago boas notícias: você é capaz de mudar de trabalho sem precisar mudar de emprego.

coração - divulgação - divulgação
Imagem: divulgação