PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

João Branco

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Você tem um microfone como Will Smith, Anitta e Scooby

Conteúdo exclusivo para assinantes
João Branco

João Branco tem mais 20 anos de experiência em grandes marcas e trabalha desde 2014 no McDonald's, onde é o Diretor de Marketing e lidera o talentoso time que está batendo todos os recordes de vendas da história do Big Mac. João estudou em algumas das melhores universidades do mundo mas aprendeu no "Méqui" o que nenhuma aula teórica foi capaz de ensinar: que o resultado sempre vem quando o consumidor ama muito tudo isso.

Colunista do UOL

30/03/2022 04h00

Todos os dias algumas vozes reverberam muito. Nessa última semana, por exemplo, Will Smith gritou para o comediante Chris Rock parar de fazer piadas com a sua esposa. Givaldo Alves - apelidado de "o mendigo do amor" - deu entrevistas falando sobre os seus sentimentos. Gloria Groove subiu ao palco do Lollapalooza gritando contra a censura. Pedro Scooby deu uma "lição sobre amizade" para Arthur Aguiar no Big Brother. Anitta incentivou os jovens a tirarem título de eleitor. Todos os dias frases bem ou mal colocadas repercutem, atingindo a famosa viralização e impactando milhões de pessoas. Foram oportunidades aproveitadas por quem teve um megafone passando perto da sua boca. Algumas são esquecidas rapidamente, outras geram uma reação negativa nas pessoas. Mas também há as que entram para a história.

Há trechos de discursos de Martin Luther King Jr, Madre Teresa de Calcutá, Dalai Lama, Steve Jobs, Billy Graham ou Michelle Obama espalhados pelo mundo todo nesse exato momento. São frases, ditados, expressões que foram jogadas no ar e deixaram uma marca. Não são apenas palavras, são sementes. São ideias que provocam reflexões e fazem brotar novos pontos de vista. São influências diretas sobre a forma como vemos o mundo. Palavras têm esse poder.

A internet democratizou essa chance. Um tweet de uma pessoa completamente anônima pode alcançar milhões de pessoas em minutos. Todos temos sementes nas mãos agora e podemos escolher o que fazer com elas.

O que você acharia se o papa Francisco aparecesse para milhares de pessoas no Vaticano, chegasse parte do microfone e falasse apenas "Bom dia a todos, nada a declarar" e fosse embora? Ou como você se sentiria se o Brasil ganhasse a Copa do Mundo e o técnico Tite entrasse para uma entrevista ao vivo na TV e falasse apenas "sem palavras"? São situações inimagináveis, porque saber aproveitar essas situações já é parte da rotina dessas pessoas. Mas a mesma oportunidade é dada a todos nós e muitas vezes fazemos isso, deixamos passar.

É muito melhor ficar calado do que falar uma bobagem. Mas é melhor ainda falar algo que seja uma influência positiva. E é aqui que eu gostaria de fazer uma pausa. Qual é o impacto que você gostaria de causar nas pessoas com o seu exemplo? Essa é uma pergunta profunda demais para responder assim de "supetão". Então vou mudar para um caso prático: O Instagram tem quase 100 milhões de usuários no Brasil e te ofereceu um presente: você ganhou a chance de fazer um único post, que aparecerá na tela de todos esses milhões de brasileiros. Veja bem, isso vai acontecer uma única vez. Seu post será visto por todos. O que você publicaria?

Eu fiz essa pergunta a mim mesmo quando fui convidado pela primeira vez a fazer um TEDx - aquelas palestras famosas de 15 minutos que assistimos no Youtube. É como se um megafone tivesse sido colocado na minha frente. Se essa fosse a única vez que isso acontecesse na minha vida, o que eu deveria gritar? Ou como se estivesse em uma ilha deserta e descobrisse uma forma de escrever uma carta e jogar no mar, dentro de uma garrafa. Se eu soubesse que daqui a 50 anos o mundo todo vai saber o seu conteúdo, sobre o que eu escreveria?

garrafa - Felipe Tomazelli - Felipe Tomazelli
Imagem: Felipe Tomazelli

Você está aqui para aproveitar a vida. Mas também está aqui para algo mais. Pense bem sobre os seus valores, suas posições e sobre a melhor ajuda que você pode dar para as pessoas ao seu redor. Se um microfone for colocado em frente à sua boca, use com sabedoria. Jogue sementes que estejam alinhadas com o que você gostaria de plantar no coração dos outros.

O número de pessoas que ouve as suas ideias é pequeno? Você tem a chance de ser mais personalizado e profundo nas palavras. Mas se você já tem mais influência, pode causar um grande impacto de uma só vez na sociedade. A sua sensação de dever cumprido não depende da quantidade de ouvintes, mas da forma como você se colocou na ocasião.

Will Smith será lembrado como uma pessoa que ganhou um Oscar pela sua atuação. E que esbofeteou um humorista por ter feito uma piada com a sua esposa na mesma noite. E você, como gostaria de ser lembrado?