Katherine Rivas

Katherine Rivas

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
Reportagem

As datas para ganhar dividendos de Petrobras, Bradespar e outras ações

O mês de abril traz um amplo leque de oportunidades para quem quer receber renda passiva em maio, junho e na segunda metade do ano. Levantamento do UOL Investimentos apresenta 33 empresas com datas de corte para dividendos e juros sobre capital próprio (JCP).

Na lista, há companhias como Alupar (ALUP11), Petrobras (PETR4), Caixa Seguridade (CXSE3) e Bradespar (BRAP4). Os valores chegam até R$ 6,68 por ação.

Para ter direito a receber os proventos destas empresas, é preciso manter as ações em carteira até o final do pregão da "data com", que é a data limite para garantir os dividendos anunciados pelas companhias. Abaixo, você encontra uma lista das ações com datas de corte nas próximas semanas para garantir um dinheiro pingando na sua conta até dezembro. Confira também as empresas que pagam proventos em abril na Agenda de Dividendos do UOL.

Até quando investir nestas ações para garantir dividendos?

Confira a lista de ações com "data com" entre 4 e 30 de abril:

Multiplan (MULT3) - JCP

  • Valor por ação MULT3: R$ 0,15
  • Data com: 4 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 5 de abril de 2024
  • Data de pagamento: até 31 de março de 2025

Dimed (PNVL3) - JCP
Parcela 1

  • Valor por ação PNVL3: R$ 0,06
  • Data com: 5 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 8 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 30 de agosto de 2024
Continua após a publicidade

Parcela 2

  • Valor por ação PNVL3: R$ 0,02
  • Data com: 5 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 8 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 31 de março de 2025

Monteiro Aranha (MOAR3) - JCP

  • Valor por ação MOAR3: R$ 1,22
  • Data com: 5 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 8 de abril de 2024
  • Data de pagamento: até 27 de dezembro de 2024

Emae (EMAE3; EMAE4) - dividendos

  • Valor por ação EMAE3: R$ 0,72
  • Valor por ação EMAE4: R$ 0,79
  • Data com: 08 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 9 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 30 de abril de 2024
Continua após a publicidade

Natura (NTCO3) - JCP

  • Valor por ação NTCO3: R$ 0,03
  • Data com: 08 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 9 de abril de 2024
  • Data de pagamento: em 2024 (pendente)

Tim (TIMS3) - dividendos

  • Valor por ação TIMS3 Parcela 1: R$ 0,18
  • Valor por ação TIMS3 Parcela 2: R$ 0,18
  • Valor por ação TIMS3 Parcela 3: R$ 0,18
  • Data com: 9 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 10 de abril de 2024
  • Data de pagamento Parcela 1: em abril de 2024 (pendente)
  • Data de pagamento Parcela 2: em julho de 2024 (pendente)
  • Data de pagamento Parcela 3: em outubro de 2024 (pendente)

Telefônica Brasil (VIVT3) - Redução de capital

  • Valor por ação VIVT3: R$ 0,91
  • Data com: 10 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 11 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 10 de julho de 2024
Continua após a publicidade

Tegma (TGMA3) - dividendos

  • Valor por ação TGMA3: R$ 0,54
  • Data com: 11 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 12 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 23 de abril de 2024

Tegma (TGMA3) - JCP

  • Valor por ação TGMA3: R$ 0,18
  • Data com: 11 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 12 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 23 de abril de 2024

Odontoprev (ODPV3) - dividendos

  • Valor por ação ODPV3 Parcela 1: R$ 0,36
  • Valor por ação ODPV3 Parcela 2: R$ 0,41
  • Data com: 12 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 15 de abril de 2024
  • Data de pagamento Parcela 1: 21 de agosto de 2024
  • Data de pagamento Parcela 2: 18 de dezembro de 2024
Continua após a publicidade

Allied (ALLD3) - JCP

  • Valor por ação ALLD3: R$ 1,07
  • Data com: 15 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 16 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 31 de julho de 2024

Alupar (ALUP3; ALUP4; ALUP11) - dividendos

  • Valor por ação ALUP3: R$ 0,26
  • Valor por ação ALUP4: R$ 0,26
  • Valor por ação ALUP11: R$ 0,78
  • Data com: 19 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 22 de abril de 2024
  • Data de pagamento: até 18 de junho de 2024

Ourofino (OFSA3) - dividendos

  • Valor por ação OFSA3: R$ 0,34
  • Data com: 19 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 22 de abril de 2024
  • Data de pagamento: até 31 de maio de 2024
Continua após a publicidade

Banco BMG (BMGB4) - JCP

  • Valor por ação BMGB4: R$ 0,08
  • Data com: 22 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 23 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 16 de maio de 2024

AES Brasil (AESB3) - dividendos

  • Valor por ação AESB3: R$ 0,075
  • Data com: 22 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 25 de abril de 2024
  • Data de pagamento: até 30 de maio de 2024

Copel (CPLE3; CPLE5; CPLE6) - dividendos

  • Valor por ação CPLE3: R$ 0,041
  • Valor por ação CPLE5: R$ 0,15
  • Valor por ação CPLE6: R$ 0,046
  • Data com: 22 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 23 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 28 de junho de 2024
Continua após a publicidade

Fras-le (FRAS3) - dividendos

  • Valor por ação FRAS3: R$ 0,13
  • Data com: 22 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 23 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 30 de abril de 2024

Mitre Realty (MTRE3) - dividendos

  • Valor por ação MTRE3: R$ 0,03
  • Data com: 24 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 25 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 6 de maio de 2024

Trisul (TRIS3) - dividendos

  • Valor por ação TRIS3 Parcela 1: R$ 0,08
  • Valor por ação TRIS3 Parcela 2: R$ 0,08
  • Data com: 24 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 25 de abril de 2024
  • Data de pagamento Parcela 1: 31 de maio de 2024
  • Data de pagamento Parcela 2: 30 de setembro de 2024
Continua após a publicidade

Petrobras (PETR3; PETR4) - dividendos

  • Valor por ação PETR3: R$ 0,55
  • Valor por ação PETR4: R$ 0,55
  • Data com: 25 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 26 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 20 de maio de 2024

Petrobras (PETR3; PETR4) - dividendos

  • Valor por ação PETR3: R$ 0,55
  • Valor por ação PETR4: R$ 0,55
  • Data com: 25 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 26 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 20 de junho de 2024

Brisanet (BRIT3) - dividendos

  • Valor por ação BRIT3: R$ 0,09
  • Data com: 25 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 26 de abril de 2024
  • Data de pagamento: até 24 de junho de 2024
Continua após a publicidade

Sabesp (SBSP3) - JCP

  • Valor por ação SBSP3: R$ 1,44
  • Data com: 25 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 26 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 24 de junho de 2024

Usiminas (USIM3; USIM5; USIM6) - dividendos

  • Valor por ação USIM3: R$ 0,26
  • Valor por ação USIM5: R$ 0,28
  • Valor por ação USIM6: R$ 0,28
  • Data com: 25 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 26 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 24 de junho de 2024

Caixa Seguridade (CXSE3) - dividendos

  • Valor por ação CXSE3: R$ 0,55
  • Data com: 26 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 29 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 8 de maio de 2024
Continua após a publicidade

Wilson Sons (PORT3) - dividendos

  • Valor por ação PORT3: R$ 0,17
  • Data com: 26 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 29 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 6 de maio de 2024

Irani (RANI3) - dividendos

  • Valor por ação RANI3: R$ 0,39
  • Data com: 26 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 29 de abril de 2024
  • Data de pagamento: até 30 de maio de 2024

Banco da Amazônia (BAZA3) - JCP

  • Valor por ação BAZA3: R$ 6,68
  • Data com: 26 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 29 de abril de 2024
  • Data de pagamento: pendente de deliberação
Continua após a publicidade

JHSF (JHSF3) - dividendos

  • Valor por ação JHSF3: R$ 0,03
  • Data com: 29 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 30 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 9 de maio de 2024

Bradespar (BRAP3; BRAP4) - dividendos

  • Valor por ação BRAP3: R$ 0,74
  • Valor por ação BRAP4: R$ 0,81
  • Data com: 29 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 30 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 15 de maio de 2024

Bradespar (BRAP3; BRAP4) - dividendos

  • Valor por ação BRAP3: R$ 0,33
  • Valor por ação BRAP4: R$ 0,37
  • Data com: 29 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 30 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 15 de maio de 2024
Continua após a publicidade

Mahle Metal Leve (LEVE3) - dividendos

  • Valor por ação LEVE3: R$ 5,25
  • Data com: 29 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 30 de abril de 2024
  • Data de pagamento: 29 de maio de 2024

Itaú (ITUB3; ITUB4) - JCP

  • Valor por ação ITUB3: R$ 0,018
  • Valor por ação ITUB4: R$ 0,018
  • Data com: 30 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 1 de maio de 2024
  • Data de pagamento: 3 de junho de 2024

Taurus Armas (TASA3; TASA4) - dividendos

  • Valor por ação TASA3: R$ 0,30
  • Valor por ação TASA4: R$ 0,30
  • Data com: 30 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 2 de maio de 2024
  • Data de pagamento: pendente
Continua após a publicidade

Banrisul (BRSR3; BRSR5; BRSR6) - dividendos

  • Valor por ação BRSR3: R$ 0,18
  • Valor por ação BRSR5: R$ 0,20
  • Valor por ação BRSR6: R$ 0,18
  • Data com: 30 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 2 de maio de 2024
  • Data de pagamento: 17 de maio de 2024

3R Petroleum (RRRP3) - dividendos

  • Valor por ação RRRP3: R$ 0,38
  • Data com: 30 de abril de 2024
  • Data ex (sem direito ao provento): 2 de maio de 2024
  • Data de pagamento: pendente

Petrobras ainda deve entregar bons dividendos?

A Petrobras deve pagar, em maio e junho, R$ 0,55 por ação preferencial e ordinária. A distribuição totaliza R$ 1,10 por papel para os investidores com participação na empresa em 25 de abril. Embora exista a possibilidade de a Petrobras pagar apenas dividendos ordinários em 2024, analistas consultados esperam retornos de dois dígitos, entre 10% e 12%.

Continua após a publicidade

Ela deve pagar em linha com rivais. Se a companhia seguir estritamente seu plano estratégico 2024-2028 e pagar apenas o dividendo ordinário, o dividend yield (retorno em proventos) não seria muito superior ao de outras grandes petrolíferas como Chevron, Exxon e Shell, avalia Gustavo Poladian, sócio e analista de renda variável da Meraki Capital. Ele projeta um dividend yield entre 10% e 11%. Ilan Arbetman, analista da Ativa Investimentos, espera que a Petrobras pague dividendos de R$ 4,40 em 2024, equivalente a um dividend yield de 12%. O cálculo considera apenas dividendos regulares.

Historicamente a Petrobras tem investido (capex) 20% a 25% abaixo do planejado. Somado ao potencial de produção de petróleo, o retorno com dividendos poderia ultrapassar os 13%. Arbetman afirma que, graças a um trabalho feito pela gestão na última década, a petrolífera estaria pronta para gerar resultados com o petróleo Brent a US$ 50. No entanto, no patamar de US$ 80, a geração de caixa deve ser robusta.

Entre os riscos, Poladian destaca a dívida bruta da empresa. A dívida encerrou o 4° trimestre de 2023 em US$ 62,6 bilhões, próximo do limite para a política de dividendos, de US$ 65 bilhões. "Isso gera incerteza sobre o que poderia ocorrer com as distribuições caso esse limite seja ultrapassado", avalia.

Abertman lembra também das refinarias nacionais, usadas para produção doméstica. "Quando não consegue, por paradas de produção no Brasil, a Petrobras faz exportações de petróleo cru, mas normalmente não há problemas em alocar o petróleo que é feito nacionalmente", detalha Arbetman.

Caixa Seguridade: bons ventos em 2024?

Para quem busca uma exposição ao mercado de seguros e imobiliário, a Caixa Seguridade é uma alternativa. A companhia tem forte presença nos seguros habitacionais e residenciais, explica Milton Rabelo, analista da VG Research. Em janeiro, por exemplo, houve um crescimento de 8% dos prêmios arrecadados, com destaque para prestamista e habitacional. "É válido apontar que o seguro residencial apresentou o melhor janeiro histórico, R$ 73,3 milhões de prêmios emitidos, crescimento de 28,9% em comparação a janeiro de 2023 e aumento de 14,2% na comparação com dezembro de 2023", detalha o analista.

Continua após a publicidade

Rabelo afirma que a Caixa Seguridade é muito beneficiada pelo corte de juros em curso. O analista acredita que a companhia possa entregar um dividend yield de 7,5% nos próximos 12 meses, no entanto, a recomendação da VG Research é neutra para a ação.

Entre os riscos, Rabelo cita que o atual preço e valuation (avaliação) da Caixa Seguridade já leva em conta a continuidade de bons resultados. "Se isso não se concretizar, as ações podem sofrer uma pressão vendedora", comenta. A companhia está avaliando a possibilidade de fazer um follow-on (oferta subsequente) para aumentar a liquidez do papel e não desenquadrar das regras do Novo Mercado. O movimento tende a ser muito positivo, por melhorar a capacidade de negociação das ações CXSE3 na Bolsa.

Evite estes erros ao investir de olho em dividendos

  • Ignorar a "data com". O analista independente Ricardo Schweitzer diz que muitos investidores confundem o tempo que possuem as ações com o direito a receber os dividendos. A questão é que não importa se o investidor comprou a ação há três dias ou há 30 anos, se não tiver o papel na "data com" o provento vai para o novo dono. Se tiver a ação, ele receberá o dividendo.
  • Comprar uma ação na "data com" e vendê-la na "data ex". Investir com o intuito de caçar dividendos e vender a ação logo em seguida não é uma prática recomendada. Na verdade, o investidor está saindo no zero a zero, porque a ação perde o valor dos dividendos. "Se uma ação está negociada a R$ 10 na "data com" e distribui R$ 1 em dividendos, ela iniciará os negócios na "data ex" cotada a R$ 9. "Quem segue essa prática não gera valor algum", diz Schweitzer.
  • Achar que o desconto na "data ex" é prejuízo. Se o dividendo é descontado do preço da ação, será que vale a pena a estratégia? Schweitzer diz que esse desconto corresponde na verdade a uma parcela do fluxo de caixa da empresa. Em consequência, uma companhia com bons fundamentos vai continuar gerando caixa e valorizando no futuro. Além disso, os dividendos costumam representar dois terços do retorno total das ações no longo prazo.
  • Escolher uma ação apenas pelo dividendo. Os analistas recomendam olhar outros indicadores além dos pagamentos. É importante ver se a empresa consegue gerar caixa e acumular patrimônio, se precisa de novos investimentos para crescer, qual é o seu nível de endividamento e qual é o retorno que ela oferece, sobre o capital e sobre o patrimônio. Esses dados irão indicar se os dividendos são sustentáveis no longo prazo.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Deixe seu comentário

Só para assinantes