Bolsas

Câmbio

Memória está ruim? Veja 5 dicas para fixar conteúdo de concursos públicos

Thâmara Kaoru

Do UOL, em São Paulo

  • Shutterstock

Você que está se preparando para uma prova ou concurso público já pode ter se visto nessa situação: na hora do teste, percebeu que não conseguiu aprender o conteúdo. Ou acreditou que sabia a matéria, mas na hora H a memória falhou.

Para listar dicas que ajudam a memorizar o conteúdo, o UOL conversou com Gabriel Henrique Pinto, diretor e professor da Central de Concursos, e Adalberto Pinto, professor de técnicas de estudos e proprietário do canal Coisas de Concurso. Confira:

1) Testar técnicas de estudo

O primeiro passo é testar a melhor forma de estudo. Há técnicas como resumos, fichas com os itens mais importantes da matéria, mapa mental (um diagrama com desenhos e palavras-chave) e questionários, por exemplo. O aluno terá que experimentar as técnicas para descobrir qual delas faz com que ele memorize melhor o conteúdo.

2) Revisar o material estudado

Se o concurseiro estuda uma matéria, mas não a revisa nos dias seguintes, ele terá dificuldades em memorizar o assunto. A dica é usar os resumos, fichamentos ou a técnica escolhida e revisar a matéria nos dias seguintes.

Como a tendência é que haja muito conteúdo para reler, o ideal é fazer um cronograma e definir quando revisará cada um. O material revisto deve ser curto e direto. "Todo dia ele aprende uma estrutura nova e revê aquilo que já estudou antes", diz o diretor da Central de Concursos.

3) Fazer testes depois de estudar

Essa técnica deve ser usada apenas quando o concurseiro já tiver estudado o conteúdo. Se ao ler a questão e descobrir que não sabe responder, ele deve investir um tempo em um material de apoio para entender melhor a matéria e, só depois, voltar aos testes. "Não é responder a questão, é trabalhar o tema", diz o professor de técnicas de estudos.

Getty Images/iStockphoto

4) Tentar escrever sobre o que aprendeu

Outra técnica que os estudantes podem aplicar é, após assistir a uma aula ou estudar um material, tentar escrever sobre aquilo que aprendeu. Nesse momento, ele saberá o que ele, de fato, absorveu e o que precisará estudar mais e melhor.

Sabendo que terá que fazer isso nas próximas vezes, o concurseiro prestará mais atenção no conteúdo e tentará memorizá-lo.

5) Estudar por até uma hora e fazer intervalos

Para quem tem dificuldade de se concentrar, a dica é marcar um tempo de estudo e depois parar para um intervalo. Nesse período, não vale olhar o celular e navegar nas redes sociais. A recomendação dos especialistas é estudar por até uma hora, fazer um intervalo e voltar a estudar por mais uma hora e, assim, sucessivamente.

Eles explicam que é melhor ter 30 minutos de um bom estudo do que três horas sem conseguir absorver e memorizar nada. "Quando você precisa ler o mesmo parágrafo três vezes para entender o que ele quer dizer, está na hora de parar um pouco", diz Gabriel Henrique Pinto. 

Além disso, há aquele que vira a noite estudando. Mas, para o diretor da Central de Concursos, é preciso descansar também, pois é durante o sono que o conteúdo é absorvido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos