Bolsas

Câmbio

Programa do IR 2016 não serve para este ano; todos devem baixar versão 2017

Colaboração para o UOL, em Brasília

  • Rogério Doki

A atualização automática do programa de declaração do Imposto de Renda a partir deste ano causou confusão.

Foi até divulgado em alguns meios de comunicação que não seria necessário baixar o programa deste ano, se o contribuinte já tivesse o software de 2016. Mas isso não é verdade.

Todos devem baixar o programa 2017. A diferença é que, se houver atualizações nesse programa de 2017, elas serão automáticas, durante o período de declaração (março e abril).

Veja nota da Receita Federal divulgada nesta quinta-feira (23) sobre as mudanças:

"Foi liberado o programa do Imposto de Renda do Exercício 2017, ano calendário 2016.

Nos anos anteriores era necessário baixar o PGD IRPF para preenchimento da declaração e o Receitanet para transmissão via internet. Esse ano o programa Receitanet foi integrado ao PGD IRPF 2017, não sendo necessária sua instalação em separado.

Não é verdade que quem tiver o programa do PGD IRPF 2016 não precisará baixar um novo. O contribuinte precisará baixar o PGD IRPF 2017 do sítio da RFB, porém novas versões desse programa, se e quando forem liberadas, serão atualizadas automaticamente."

A novidade serve para que a Receita corrija erros, faça pequenas melhorias e o software se atualize, como um aplicativo.

Outra mudança: neste ano, pela primeira vez será necessário apenas um programa. Os softwares de declaração e transmissão eram separados. Agora não há mais o Receitanet para envio. Ele foi incorporado ao programa geral de declaração e não precisa mais ser baixado à parte.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos